Psicóloga e Palestrante

Eliane de Fatima Bruger Racoski

Psicóloga com ênfase na psicanálise e Palestrante, Especialista em Psicopedagogia Clínica e Institucional. Especialista em Psicologia do Trânsito. Possui experiência com atendimento clínico com ênfase na Psicanálise, na Ciretran na realização de Avaliação Psicológica de candidatos para obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Atuou como docente na pós-graduação em Psicopedagogia na Faculdade de Educação e Tecnologia da Região Missionária – FETREMIS. Tem experiência na escola de ensino fundamental como Psicóloga e Psicopedagoga nas avaliações com alunos. Tem experiência em Arteterapia.

MOTIVOS PARA PROCURAR UM PSICÓLOGO

IMAGENS DA INTERNET

Ocasionalmente, nos perguntamos ou nos deparamos com a frase: “quem precisa de psicólogo apresenta problema”? Todavia, só encontramos resposta a essa indagação quando procuramos um profissional dessa área e iniciamos as terapias. Assim poderemos conhecer com harmonia o nosso interior.

Logo, percebemos que existem vários motivos para irmos a um psicólogo, pois quando nos aliviamos com  nossos entes queridos, o resultado pode ser diverso ao esperado. O psicólogo não participará do conflito, mas nos ajudará a encontrar os caminhos para que possamos amenizar nossos conflitos.  Imagem meramente ilustrativa

Considerando, um grande avanço na área da Psicologia e a necessidade de atuação destes profissionais, ainda não é visto como suficiente, pois encontramos resistência para tomar a iniciativa e buscar essa oportunidade de melhorar com ajuda profissional. Toda a colaboração por meio de terapias tem a intenção em contribuir e tornar os obstáculos que encontramos em nosso cotidiano mais leve, podendo estes serem bloqueios anteriores. Assim sendo, tem-se que as terapias possuem um papel fundamental na vida do ser humano, pois auxilia o nosso entendimento presente e também contribui para trilharmos dias melhores, tudo isso é possível se o sujeito buscar essa construção.

Contudo, a terapia nos faz relembrar o quanto à vida se torna mais leve a partir de nossas “boas” decisões.

Por vezes, entendemos que não apresentamos motivos para buscar terapias com um psicólogo, pensamos: “esse não é o momento”. Ao contrário do que se acredita, frequentar as terapias vem de encontro há atitudes   perspicazes e necessárias.                 

Sugerem-se alguns motivos para procurar  um psicólogo:

  1. É um espaço para você;
  2. Permite que você se entenda;
  3. O psicólogo não vai julgá-lo;
  4. Você receberá opinião de um profissional;
  5. Falar vai fazer com que se sinta melhor;
  6. Desafie você;
  7. Você terá ferramentas para agir;

Em conformidade com a obra de Bock et.al (2001), Psicologias, em nosso país a Lei 4.119, de 1962, valida a profissão da psicologia. Isto posto, preleciona Bock et. al (2001):

O psicólogo não lê a mente do individuo, ele dispõe, apenas, de um conjunto de técnicas e de conhecimentos que lhe possibilitam compreender o que o outro diz, compreender as expressões e gestos que faz, integrando tudo isso em um quadro de análise que busca descobrir as razões dos atos, dos pensamentos, dos desejos, das emoções. (BOCK et.al, 2001, p.151).

Considera-se o psicólogo um profissional que atua com objetivos de contribuir, colaborar, participar, auxiliando na resolutividade de conflitos do indivíduo.

Essa matéria tem caráter informativo. Se você se identificou, busque ajuda profissional, procure um psicólogo.

Eliane Bruger Racoski

(45)9996-63648

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--

ÚLTIMAS DO BLOGUEIRO