Observatório Social de Cafelândia

O Observatório Social de Cafelândia PR, vem atuando junto com a comunidade desde 2013, têm como membro pessoas de diversos seguimentos da sociedade, no entanto, qualquer pessoa pode participar. O principal objetivo é despertar nos cidadãos o espírito de Cidadania Fiscal na sociedade organizada, tornando-a proativa, através do seu próprio Observatório Social, exercendo a vigilância social na sua comunidade e assim podemos otimizar o dinheiro público para desenvolver políticas públicas para os munícipes que realmente precisa. Essa organização social, traz como princípio a liberdade de expressão e a defesa do Estado democrático de Direito.

claudecirsv@yahoo.com.br

 Claudecir Venâncio

A negação da realidade

A negação da realidade.

        Vivemos em uma sociedade construída por paradigmas que preenchem as lacunas que as classes dominantes não conseguiram preencher na formação e construção social, política e cultural de nosso país.  No entanto, o politicamente correto de uma sociedade que diz que, o comportamento dos indivíduos devem seguir os preceitos religiosos e princípios de uma família tradicional, nunca foi base para ser seguido, nem mesmo pelos grupos dominantes, pois, trazem um discurso perfeito, que enchem os olhos até mesmo da base da pirâmide social com uma falsa sensação que sua liberdade e a igualdade está assegurada, mas sabemos muito bem, que na prática, nunca funcionou.

        A sociedade brasileira segue ignorante e “arrota” hipocrisia até mesmo por aqueles que usa de forma errônea a palavra de Deus, para justificar atitudes preconceituosas, homofóbicas, racistas e todos os tipos de intolerância e até mesmo negação de uma pandemia que assola não só o nosso país, mas sim o mundo inteiro. A maioria prefere seguir ideias baseadas no “achismo” e evitar um enfrentamento com seus próprios monstros que existe dentro de cada um, do que, procurar evoluir como indivíduo baseando se na ciência e muito estudo, e assim, contribuir de forma positiva o enfrentamento dos problemas sociais deixado por grupos que se apoderaram do poder e de toda riqueza de nosso país, explorando-os e manipulando-os um povo cansado e assolados por todas as mazelas que uma sociedade pode oferecer. 

      A negação da realidade dos indivíduos que compõe a sociedade brasileira, ficou claro nos últimos anos, quando se depararam com discursos de líderes políticos trazendo como bordão de campanha “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”, por coincidência, o mesmo do Nazismo de Hitller na Alemanha nazista que ficou marcada na História da humanidade. No entanto, a maioria da sociedade esqueceu de analisar os comportamentos dos mesmos quando falavam de forma racistas dos negros, desprezavam as mulheres, os homossexuais, desmoralizavam entidades e ainda, incentivavam a descrença das pesquisas científicas e da própria ciência, a maioria não percebia ou fingia não perceber. Tudo leva crer, que essa parcela que acreditava nessas pessoas e os chamavam de “mitos”, estava representando-os, pois viam neles os mesmos sentimentos que estavam guardados prontos para explodir. Sabemos que, por falta de conhecimento ou interesse de pesquisar, acreditavam no “achismo” ou notícias falsas, por isso representavam as “verdades” que esses indivíduos construíram ao longo do tempo.

        Não é tempo de retroceder, devemos libertarmos das prisões que construímos nas nossas cabeças e procurarmos despertar o senso de justiça e racionalizar os fatos de forma analítica. Não podemos acreditar somente por interesse próprio, as verdades que temos no inconsciente, podendo nós trair despertando em nós um ser humano hipócrita, perverso e injusto. A reflexão e a ciência são as principais armas para promover as mudanças necessárias para construímos uma sociedade que as futuras gerações se orgulhariam.

 

Professor Claudecir da Silva Venancio, Sociólogo e Historiador.

 

 

 

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--