A Estrela do Juízo

Astro único em seu gênero é essa Estrela do Juízo, ou Estrela Radiante. “Estrela” não no sentido puramente astronômico, mas sim devido ao seu colossal poder e magnitude. Trata-se de um objeto cósmico extraordinário, uma espécie de cometa gigante, absolutamente descomunal. É o Grande Cometa, a profetizada Estrela do Juízo. Do Juízo, porque desencadeará os últimos e grandes efeitos, materialmente visíveis e sensíveis, do processo do Juízo Final ora em curso na Terra (http://on.fb.me/1dSlfiQ).

Antecipando futuras concepções errôneas, e já corrigindo as falsas que vêm surgindo, esclareçamos primeiramente o que esse astro não é:

1. Não é um sinal do retorno de Jesus. A promessa da segunda vinda do Filho de Deus possui um significado e uma realização muito diferentes do que é imaginado e esperado pela maioria dos fiéis cristãos (http://bit.ly/1NwjsJX).
2. Não é um tipo de nave espacial e não tem relação alguma com discos voadores (http://on.fb.me/1NMo6Xm).
3. Não é um objeto sugador de almas degeneradas e nem tampouco vai levá-las para outro planeta qualquer.
4. Não é habitado por nenhuma raça alienígena.
5. Não é um cometa com uma órbita estabelecida de milhares de anos em redor do Sol.

O Grande Cometa é um astro enviado por uma Vontade superior, proveniente de um plano muito acima do nosso mundo material. Ao penetrar em nosso Universo de matéria grosseira, ele envolve-se automaticamente com um invólucro de mesma espécie de matéria, tornando-se assim visível aos olhos terrenos.

Esse astro provocará profundas alterações no relevo do planeta e catástrofes indescritíveis, como parte do processo global de depuração previsto. No entanto, sua influência já se tornou bem perceptível na Terra nos últimos tempos, evidenciada pelo aumento contínuo dos eventos da Natureza e das alterações climáticas, tanto em quantidade como em intensidade. Quando estiver plenamente visível no céu, então será o sinal de que o tempo concedido para a redenção da humanidade expirou finalmente.

A Estrela do Juízo constitui assim o último, o absolutamente último chamado para que as criaturas humanas, ainda vivas em si, modifiquem imediatamente o seu modo de ser e passem a viver em irrestrita conformidade com as leis que governam a Criação (http://on.fb.me/1MkBS4L). Pois somente desse modo será possível “nascer de novo” ainda em tempo, tal como exigido pelo Filho de Deus. E somente o ser humano renascido em si mesmo estará apto a subsistir agora, na derradeira fase do Juízo Final.

(Conheça as obras publicadas pela Ordem do Graal na Terra. Acesse: http://bit.ly/ogt-catálogo.)

Este post em áudio: bit.ly/RJ15126.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--