As Lições das Aflições

Não são poucos os que já passaram, ou estão passando, por uma situação de grande aflição, de desespero máximo. Não são poucos também os que ainda irão passar por algo semelhante.

Quem se encontra dentro de uma condição assim, tão aflitiva, experimenta uma grande angústia, não só pelo sofrimento intenso – qualquer que seja sua causa – mas também por não vislumbrar uma saída imediata.

No auge da desesperança muitos se lembram, por fim, de que existe Um que pode lhes ajudar. E então oram a Deus para que lhes retire o sofrimento, ou que, pelo menos, alivie a dor extrema que estão experimentando. O efeito desse rogo é variado. Alguns, de fato, experimentam acentuado alívio ou a total extinção da dor de alguma maneira, enquanto que outros permanecem na mesma situação, sem uma melhora visível (bit.ly/29Joext).

Como as leis da Criação são absolutamente incorruptíveis, é impossível existir aqui alguma arbitrariedade, pois elas foram instituídas pelo próprio Criador, são oriundas de Sua Vontade perfeita. E nessa Vontade estão ancorados também todos os auxílios para os seres humanos, em qualquer situação.

Quem se sintoniza de maneira certa com essa Vontade perfeita, que tudo abrange e tudo sustenta, recebe o auxílio de que precisa na forma adequada, o que não necessariamente corresponde àquilo que o sofredor imagina ou espera. Essa sintonia certa está calcada em alguns aspectos básicos que foram seguidos pelos agraciados, mesmo inconscientemente:

1. Não supor, nem por um instante, que o sofrimento seja injusto, pois nenhum infortúnio pode atingir quem não deu motivo para isso;
2. Fazer o que estiver ao seu alcance para melhorar a situação dentro e fora de si mesmo, com incansável afinco, munido sempre de boa vontade e humildade;
3. Rogar com o coração aberto, e não apenas repetir mecanicamente fórmulas de orações desprovidas de qualquer sentimento intuitivo (on.fb.me/1Vp3WqC);
4. Preencher-se da mais pura, da mais incondicional e absoluta confiança no Todo-Poderoso, pois tal confiança forma o caminho pelo qual uma ajuda verdadeira pode alcançar a alma, modela a passagem através da qual um lenimento real pode adentrá-la, mediante sua humildade redespertada.

Na dor profundamente intuída, a pessoa encontra-se geralmente imersa em plena e legítima humildade. Essa disposição humilde de uma alma envolta em aflição, por sua vez, constitui o solo preparado para o recebimento do necessário auxílio.

Dessa confiança irrestrita e desse solo preparado nos advém então a certeza de que justamente quando a aflição se encontrar no auge, o auxílio do Senhor estará mais perto de nós, conforme já atestara o salmista: “Perto está o Senhor de todos os que O invocam, de todos os que O invocam em verdade. Deus é nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na aflição.” (Sl145:18;46:1).

As leis da Criação não olham para crenças ou religiões, mas unicamente para a pureza da alma e para o real querer do espírito humano. E este sempre colhe o que semeia, inclusive nas possibilidades de recebimento de um auxílio genuíno.

(Conheça as obras publicadas pela Ordem do Graal na Terra. Acesse: bit.ly/livros-OGT.)

Roberto C. P. Junior

(bit.ly/rcpjunior)

______________________________

Confira os posts da página O Dia Sem Amanhã já convertidos em áudio acessando as plataformas a seguir:

 

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--