Cotidiano

A Amazônia e o papel de Raoni Metuktire

Raoni Metuktire tem sido um dos maiores defensores da Amazônia e dos povos indígenas que nela habitam. O seu nome está presente sempre que se fala na preservação florestal e é, agora, até apontado para um potencial Nobel. Venha saber mais.

Raoni Metuktire é um nome inevitável quando falamos da Amazônia. Este chefe indígena, da tribo Caiapó, tem feito, desde os anos 80 do século XX, um incrível trabalho na difusão das necessidades de proteção da floresta e dos seus povos.
O nome de Raoni Metuktire tornou-se consagrado quando participou numa campanha ao lado de Sting, o cantor americano, que levou o rosto e as palavras do chefe índio até todo o mundo.
A defesa intensa pela proteção da amazônia e dos povos indígenas é uma parte ativa da sua ação; onde, inclusive, o atual presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, tem sido altamente criticado devido à visão economicista com a qual explora a floresta tropical mais importante do mundo.
Sem dúvida, falar da proteção desta floresta sem falar de Raoni Metuktire torna-se hoje difícil e, por isso mesmo, este é um dos  nomes apontados para o Nobel da Paz em 2020.
A sugestão do nome de Raoni para o Prêmio Nobel

A preservação da Amazônia e dos povos indígenas tem feito parte dos discursos e da ação de Raoni Metuktire desde 1980 e, por isso, os ambientalistas e antropólogos mundiais têm os olhos colocados sobre o líder da tribo Caiapó.
Foi justamente entre os ambientalistas e antropólogos que o seu nome surgiu enquanto um dos nomeados para um dos mais importantes galardões mundiais: o Prêmio Nobel da Paz.
A nomeação de Raoni Metuktire para o Nobel da Paz de 2020 já foi aceita pelo Comitê Nobel Norueguês, embora o seu processo de nomeação não esteja ainda completo.
Uma das entidades responsáveis por esta nomeação, a Darcy Ribeiro Foundation, emitiu, inclusive, um requerimento a Emmanuel Macron, presidente de França, pedindo que este concedesse o seu apoio à nomeação de Raoni Metuktire, já que este líder europeu foi um dos maiores críticos da situação brasileira no momento dos incêndios que, em 2019, devastaram uma parte significativa da Amazônia.
Os incêndios florestais e a candidatura de Raoni Metuktire

Em 2019, o mundo pousou os olhos no Brasil pelas piores razões devido ao grande incêndio que devastou parte significativa da Amazónia.
As estatísticas apresentadas nessa época, com base em dados oficiais, registravam que, nos primeiros oito meses de 2019 já teria assistido a mais de 87 mil incêndios, o que equivaleria a um aumento na ordem de 76%.
Inúmeras queimadas realizadas para a exploração de terrenos para cultivo na região da floresta tropical foram apontadas como culpadas pela situação; embora o governo brasileiro continue a negar a situação e a afastar a possibilidade dos incêndios e o desmatamento florestal estarem relacionados.
Por tudo isso, a preocupação mundial com a Amazônia e seus povos poderá ser um forte elemento para a nomeação de Raoni Metuktire.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--