Educação

Ações de julho do Colégio Maria Gríggio de Cafelândia PR.

A arte no Brasil ainda é muito mal compreendida. Por consequência da falta de conhecimento as aulas de artes são consideradas, na maioria das vezes, como “momento de lazer” do aluno.

Na verdade a disciplina de artes, é um espaço dedicado à construção estética, ao desenvolvimento de habilidades, ao aprendizado artístico, cultural e muito mais. É importante que ela esteja presente nas escolas e na vida.

O ensino de artes na educação é fundamental para o desenvolvimento de habilidades e para o reconhecimento de aptidões, afinal, nem todos os alunos serão matemáticos ou historiadores.

A arte na escola vai além de aulas de pintura e de desenho,  ela está presente na música, no cinema, na fotografia, na dança, teatro, escultura, gravura, na publicidade, na arquitetura e muito mais. Todas estas áreas podem ser exploradas, com criatividade pelo professor no processo de construção do conhecimento. A arte tem um poder transformador. Ela desenvolve a criatividade, a capacidade de solucionar problemas, melhora a autoestima, faz o aluno desafiar seus limites e aumenta seu repertório cultural e estético.

Um ponto significativo do processo de aprendizagem é o momento em que o aluno, com autonomia, começa a apreciar o trabalho artístico, interpretando e identificando suas características. O aluno também passa a consumir arte de forma natural, seja através de filmes, vídeos, música, internet ou até mesmo ao observar a arte ao seu redor no cotidiano. (Geane Senra)

Por isso os alunos do Colegio Estadual Maria Destefhani Griggio, estão aprendendo todas as formas de arte, com aulas preparadas com o maior carinho pela professora  Elizangela trichez, onde além da dança, música, teatro e desenho, os alunos estão conhecendo também arte como gravura, body art e muitas outras formas de produzir arte.

O cinema e a fotografia também devem estar presentes no currículo escolar, a internet não é utilizada apenas como instrumento de pesquisa, e a música além de fazer parte do cotidiano doméstico pode ajudar no desenvolvimento de uma aula divertida, interessantes e socializadora. No dia 10 de maio os alunos do 6º A e B  fizeram uma belíssima apresentação que emocionou as mães professoras e funcionárias do  Colégio, com a musica “Ouvi dizer” Melin, que é atual e possui uma letra inteligente, gostosa de ouvir e cantar, o ritmo, a harmonia e a melodia, são elementos da música estudados nas aulas, e são assimilados pelos alunos de forma natural.

HORA DA LEITURA

A Biblioteca tem como objetivo apoiar e fortalecer o projeto político pedagógico da escola, valorizar a leitura em seu cotidiano e proporcionar condições para que o educando faça uso coletivo do texto escrito. Cientes da importância de práticas de incentivo à leitura para o acesso ao conhecimento e desenvolvimento da consciência crítica, o Colégio Maria D. Griggio possui uma biblioteca com acervo bibliográfico variado e estamos sempre procurando renovar e atualizar, pois sabemos que o  aluno que tem o hábito de leitura internalizado e mantém contato com a literatura é beneficiado em diversos aspectos importantes para a sua formação integral, como o aprimoramento do aprendizado, a pronuncia das palavras, a relação com os sentimentos e também a comunicação com as pessoas ao seu redor.

Colégio Maria D. Griggio e Sintrascoop comemoram parceria de sucesso

O Colégio que tem como lema a “Aprendizagem e o Desenvolvimento Humano, busca sempre a melhoria no desenvolvimento afetivo, social e humano, para ter assim avanços no processo de ensino e aprendizagem dos seus alunos em Cafelândia.

Pensando nisso foi criado o Projeto “Educando para o Desenvolvimento Humano, formando seres humanos melhores para um mundo melhor”.

O Projeto surgiu ao observar que com o passar dos anos e o desenvolvimento da sociedade, temos demandas de alunos que apresentam dificuldades em lidar com as suas emoções o que, algumas vezes, geram transtornos psicológicos, que afetam o aprendizado e a vida do aluno.

Diante disso, do aumento da demanda de alunos que necessitam de acompanhamento psicológico, o Colégio construiu o projeto e apresentou ao Sintrascoop – Sindicato dos Trabalhadores Cooperativas da Região, porque muitos pais dos alunos do Colégio são trabalhadores da Copacol, e após a apresentação ao presidente Clair, foi feito uma parceria no atendimento com psicológico aos filhos dos trabalhadores, realizado pelo psicólogo Mizael da Silva.

O projeto também foi apresentado a Clínica Essência e está entrou em parceria, disponibilizando quatro atendimentos gratuitos.

No ano de 2018 e 2019, 20 alunos e suas famílias foram atendidos e orientados sobre as questões afetivo sociais, resultando em aprendizagem melhor, qualidade de vida e auxílio no desenvolvimento humano.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--