Agronews

Cooperativa define forma de acerto dos lotes de aves abatidas após a paralisação

Copacol

Além falar sobre a realização do Dia C e do plano safra 2018/2019, o presidente da Copacol, Valter Pitol, em entrevista ao programa de rádio da Cooperativa desta sexta-feira dia 15, esclareceu aos ouvintes em especial aos avicultores integrados, as condições dos acertos dos lotes de frango, que foram interrompidos durante a paralização dos caminhoneiros ocorrida no final do mês de maio. 

“Sabemos que a paralisação trouxe prejuízos significativos para a Cooperativa e para o cooperado, mas nós estamos buscando a normalidade no abate de frangos para os próximos 30 dias”, explica o presidente. 

Segundo Pitol, em reunião realizada com o Conselho de Administração, foi aprovado os critérios para pagamento aos avicultores que foram prejudicados pela paralisação dos transportadores. Critérios esses que foram baseados na média dos últimos cinco lotes dos aviários e a conversão alimentar. 

“Todos os produtores que tiveram restrição alimentar, com o reinício do abate após a paralisação, vão se enquadrar nestes critérios. Por exemplo, se a média do produtor dos últimos cinco lotes alcançar R$0,80 centavos e o resultado do lote entregue após a greve for de R$ 0,60, a Cooperativa vai fazer a complementação de R$ 0,20, por que entendemos que pela média de cada um é um critério muito justo”, esclarece o presidente. 

O programa de rádio Estação Copacol desta sexta-feira, está disponível até segunda-feira dia 18, no site da Copacol, (www.copacol.com.br), Portal do Agronegócio, onde você pode ouvir na integra a entrevista do presidente da Cooperativa, Valter Pitol. 

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--