Amor...

São muitos os diálogos interiores.

Porém, são muitas as pessoas inferiores.

Deteriorando corações e personalizando-os a sua maneira.

 

Mostrando ao universo que amar

é apenas uma brincadeira.

Um jogo de sete erros.

Um pique esconde.

 

Amores sucumbidos, retraídos.

Amores líquidos, que escorrem adentrando a fragilidade humana.

Adentrando num ser mortal, que demasiada fraqueza no verbo amar.

 

Ir ao planeta Marte não é simplesmente para qualquer ser humano.

Mas, amar-te, é complexo.

Um sentimento jogado no meio urbano.

Lamento! A falha mundial.

Amar realmente se tornou surreal.

 

Todo sentimento recíproco é arma engatilhada

Atirando flores rumo ao peito.

Sangrando todos aqueles pré-conceitos, do coração.

E, que em algum momento possamos usufruir dessa vibração, dessa nação.

 

São fatos reais.

São idéias e ideais.

São pessoas fugindo de si, a procura de reais.

A procura de corações, que já nem batem mais.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--