Agronews

Aquecimento faz solo liberar mais carbono

Senar MT

"O destino do carbono do solo em resposta ao aquecimento global continua sendo uma das maiores fontes de incerteza em nossas previsões"

Um novo estudo realizado por uma equipe que inclui Andrew Nottingham, pesquisador associado do Smithsonian Tropical Research Institute (STRI) e pós-doutorado da Universidade de Edimburgo, descobriu que os solos tropicais mais quentes liberam mais carbono, as espécies de micróbios do solo mudam e a atividade microbiana aumenta. O aquecimento de solos tropicais pode causar um aumento de 9% no CO2 atmosférico neste século.

Uma causa importante de preocupação associada ao aquecimento global é a possibilidade de que, à medida que o solo esquenta, o carbono adicional armazenado no material orgânico do solo possa ser liberado na atmosfera. Isso contribuiria para o aquecimento climático e aqueceria ainda mais o solo, um "ciclo de feedback positivo", porque o aquecimento global é causado pelo acúmulo de gás dióxido de carbono na atmosfera que retém o calor do sol na superfície da Terra. .

"Se alguém aceitar as projeções atuais de um aumento de 4 a 8 graus Celsius nas temperaturas globais ao longo do próximo século, os solos tropicais poderão causar um aumento de aproximadamente 9% no dióxido de carbono atmosférico neste século", disse Nottingham.

As previsões precisas da quantidade de dióxido de carbono na atmosfera dependem do entendimento das contribuições de diferentes fontes. E embora as florestas tropicais possam ter o potencial de liberar grandes quantidades de carbono na atmosfera à medida que aquecem, os efeitos do aquecimento nos solos e micróbios tropicais que decompõem a matéria orgânica são pouco caracterizados.

"O destino do carbono do solo em resposta ao aquecimento global continua sendo uma das maiores fontes de incerteza em nossas previsões do clima futuro", disse Patrick Meir, da Universidade Nacional da Austrália e da Universidade de Edimburgo, na Escócia, e principal pesquisador do projeto.

 
RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--