Saúde

Assis Chateaubriand completa três semanas sem novos casos de dengue no município

Índice é controlado, mas população deve manter cuidados

Prefeitura de Assis Chateaubriand

Neste ano de 2020, a “guerra” contra a dengue foi dura em todo o Paraná, e Assis Chateaubriand não esteve de fora dessa batalha. A epidemia que atingiu o Estado alcançou números assustadores, pois foram mais de 212 mil casos confirmados e 148 mortes. No município, infelizmente, um menino de 8 anos foi a óbito no dia 16 de abril, em decorrência do tipo grave da doença.

Em seu ápice, o Ambulatório de Dengue, criado de forma emergencial para atendimentos especializados a pacientes com sintomas, chegou a realizar quase 300 atendimentos por dia. A Secretaria de Saúde, por meio dos Agentes de Endemias, periodicamente, vistoriou milhares de imóveis e vários mutirões de limpeza foram realizados pelo setor de Serviços Urbanos. Mesmo assim, foi necessário que o Município acionasse o fumacê, que percorreu todos os bairros e comunidades do interior num espaço de 36 dias, entre maio e junho.

Apesar de toda essa força-tarefa, ainda assim, 2.788 casos foram confirmados e esse número vem se elevando a cada semana, no entanto, tratam-se de exames coletados há semanas ou até meses e que só agora estão tendo seus resultados divulgados pelo Laboratório Central do Estado, que não conseguiu atender a demanda da maior epidemia de dengue das últimas décadas.

Mas após difíceis meses de enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti, hoje a situação está controlada em Assis Chateaubriand. Prova disso é que há três semanas o município não registra novos atendimentos a pacientes com suspeitas de dengue.

No entanto, o secretário de Saúde, Renato Marcon, enfatiza que isso não significa que a população deve “baixar a guarda”. Pelo contrário, esse ano de 2020 deve servir como lição a todos.

“Fizemos grande esforços ao longo do ano e foi desgastante até conseguirmos fazer o controle do mosquito. Durante esse período, notamos que muitas pessoas não estão fazendo sua parte, pois encontramos inúmeros quintais sujos com objetos acumulando água e servindo como criadouros de larvas. Por esse descaso, dezenas de moradores foram multados e muitos outros notificados”, diz o secretário.

LIRAa

Como forma de manter a vigilância sobre a dengue, na semana passada a Secretaria Municipal de Saúde realizou o segundo Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) deste ano de 2020. O resultado foi positivo, pois o mesmo apontou índice de 0,5% – nível que coloca a cidade num status de baixo risco.

Os únicos bairros em que a situação está bem acima do recomendado são os jardins Paraná e Sheila, onde o índice de infestação do mosquito está em 5,2% e 3,4%, respectivamente. Focos sendo também foram encontrados nos mutirões (1,7%) e no Jardim Progresso (1,1%).

O levantamento aconteceu entre os dias 22 e 26 de junho, quando 1.152 imóveis foram vistoriados. Durante o trabalho, 2 moradores foram multados e 9 notificados – ficando passíveis do auto de infração, caso seja novamente encontrado foco de dengue no período de um ano.

 

Leia também: 

Paraná melhora o nível de transparência, mas cai de posição no Ranking de Transparência no Combate à COVID-19

Comando Regional dos Bombeiros elogia Defesa Civil do município de Assis Chateaubriand

 

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
RECEBA NOSSA NEWSLETTER EM SEU EMAIL

Deixe seu email aqui. Preservamos sua privacidade.