Saúde

Atendimentos nas unidades de saúde serão retomados em Cascavel

Governo Municipal de Cascavel

A reunião do COE (Centro de Operações Emergenciais) desta quarta-feira (20) teve como principal deliberação a retomada do atendimento nas unidades de saúde do município, que estão fechadas por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A partir da próxima segunda-feira(25), as USFs e UBSs de atendimento geral  passam de oito para 14 e no dia 1º de junho a retomada será em todas as unidades. O atendimento exclusivo para pacientes com sintomas de Covid-19 continuará em nove unidades e deverá ser agendado pelo telefone 3096-9090. Para os demais atendimentos, o agendamento será pelo telefone 3096-9191.

No dia 1º de junho serão cinco unidades para atendimento de Covid e todas as demais estarão abertas para o atendimento geral, porém, nenhum paciente deve acessar diretamente a unidade sem que tenha realizado o agendamento prévio. A partir dessa data, o agendamento para atendimentos gerais devem ser feito pelo telefone de cada unidade.

 

Covid-19

O boletim informativo da Covid-19, divulgado diariamente pela Secretaria Municipal de Saúde, apresentou nesta quarta (20) o maior número de casos para um único dia. De acordo com o secretário Thiago Stefanello, são exames represados ao longo dos últimos dias e feitos por um laboratório privado que aguardava o credenciamento junto ao Lacen.

Stefanello explicou, em detalhes, o motivo de Cascavel ter contabilizados 30 casos a mais no boletim desta quarta-feira. "Nós já estávamos acompanhando esses casos desde o seu início, mas eles só puderam ser contabilizados no boletim a partir da data de hoje. Além disso, nós temos um nicho específico de um determinado setor da cadeia produtiva de Cascavel, e nós estamos acompanhando também esses casos e, claro, pelo aumento da testagem. Quanto mais testes estão sendo feitos, mais resultados positivos aparecem, inclusive as farmácias já estão aptas a realizar testes rápidos na população. Esses testes serão contabilizados e cada vez mais vai aumentar o número de casos positivos e não, necessariamente, são pessoas que estão com vírus nesse momento. Até porque o teste rápido pode rastrear o vírus da pessoa que foi contaminada há 20, 30 ou 40 dias atrás", explica.  

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--