Comportamento

Castramóvel: profissionais da saúde de Assis Chateaubriand fazem visita técnica em Céu Azul

Objetivo foi aprimorar conhecimentos e buscar soluções para que unidade de Assis Chateaubriand entre em funcionamento.

Prefeitura de Assis Chateaubriand

Profissionais da Secretaria de Saúde de Assis Chateaubriand estiveram na cidade de Céu Azul, no último dia 3, realizando uma visita técnica para acompanhar de perto o funcionamento do Castramóvel naquele município, que já foi autorizado pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária. Por lá, estiveram a diretora do Departamento de Saúde, Edneia Surang, a diretora do diretor de Vigilância em Saúde, Júlia Ishii, e a médica veterinária Krishina Manduca, responsável técnica pelo Castramóvel em Assis.

A intenção da equipe foi aprimorar conhecimentos, assim como sanar várias divergências entre o projeto inicial e as exigências do Conselho de Veterinária. Na oportunidade, elas foram acompanhadas pelo médico veterinário Daniel Tranquilino, responsável técnico pelo projeto em Céu Azul, que mostrou melhorias e adaptações físicas realizadas na estrutura para atender as condições que garantam segurança e ética ao projeto.

Na ocasião, as profissionais também abordaram as dificuldades ocorridas durante os procedimentos e pós-operatórios, visando prévia preparação da equipe. O objetivo também é construir um sistema de parceria com outros municípios para troca de experiências, buscando o aperfeiçoamento do projeto.

O Castramóvel

A Unidade Móvel de Castração é um projeto do Governo Municipal, através da Secretaria de Saúde, que visa realizar o controle populacional de animais de rua, através da castração. Num primeiro momento, será dado preferência aos animais resgatados pela Ong Apasbac (Associação de Proteção aos Animais Socorro Bicho de Assis Chateaubriand), devido a quantidade de animais que eles já resgataram e estão responsáveis. Numa outra fase, o projeto será expandido para a população beneficiária de programas assistenciais do governo, inscrita no Cadastro Único. As castrações serão com agendamento prévio e os animais serão identificados para futuro monitoramento.

Juntamente com as castrações, o projeto prevê um trabalho de educação sobre a guarda responsável de animais e maus tratos – ação suspensa momentaneamente devido aos planos de contingência para enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (COVID-19), uma vez que a conscientização será realizada nas escolas, que estão fechadas durante o período.

A Secretaria de Saúde está empenhada em fazer com que o projeto do Castramóvel (já adquirido pelo Município) seja iniciado o mais rápido possível, mas dentro da legalidade e em concordância com as leis e normas do Conselho de Medicina Veterinária do Paraná.

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--