Economia

Cebola ainda arde no bolso do consumidor

Um dos principais vilões para o bolso do consumidor em 2019 é a cebola.

O produto muito utilizado na culinária brasileira subiu de preço gradativamente desde o início do ano.

De acordo com o IBGE, no período de 12 meses, a alta no preço da cebola chegou a 120 por cento.

Para se ter uma ideia, de acordo com o levantamento da Conab nas centrais de abastecimento, as Ceasas, no mês de setembro o quilo da cebola chegou a quatro reais de 43 centavos.

No mesmo mês em 2018, o quilo da cebola nas Ceasas era de no mínimo 90 centavos.

Ainda segundo a Conab, o preço da cebola está caindo aos poucos.

De setembro para outubro deste ano houve uma queda de aproximadamente 20 por cento.

Mesmo assim, o preço da cebola ainda está longe do que era comercializado em anos anteriores.

A Conab informou que o motivo da alta no preço foi a compra de cebola europeia para o mercado interno.

Em geral, o Brasil compra mais cebola da argentina, mas em 2019 passou a comercializar mais de países como a Espanha e a Holanda.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--