Agronews

Chuva ajuda e atrapalha ao mesmo tempo produtores de soja

As chuvas que ocorreram nos últimos dias nas áreas de atuação da Cooperativa Integrada têm atrasado a semeadura da soja no norte do Paraná. De acordo com o gerente da área técnica da cooperativa, Irineu Baptista, as chuvas devem continuar, mas de forma intercalada com poucos dias de sol.

Tratos culturais - Irineu avalia que seria bom pequenos períodos de estiagem para que os agricultores façam os tratos culturais. No oeste paranaense, a semeadura já encerrou e agora só depende do tempo para fazer os tratos culturais. Na região de Guaíra, os cooperados estão aguardando o tempo abrir desde a semana passada para fazer a primeira aplicação com fungicidas, segundo explica o coordenador técnico Jun Tsukada.

Receio - Ele avalia que o receio é que falte chuvas no final do ano, período em que as plantas estão na fase de enchimento de grãos e, por isso, precisam de mais água.

Alta - A atual safra promete ser alta no Paraná. Informações do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab) apontam um crescimento de 3% no volume de soja, com uma estimativa de produção de 19,6 milhões de toneladas, ante 19,12 milhões de toneladas referente ao mesmo período da safra anterior.

Área plantada - Com relação à área plantada, não houve alteração no comparativo com o mesmo período do ciclo anterior. Ao todo, foram destinados 5,45 milhões de hectares para a oleaginosa. 

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--