Comportamento

Ciro chama vereador negro de SP de 'capitãozinho do mato'

O vereador Fernando Holiday (DEM-SP) prometeu processar o presidenciável Ciro Gomes (PDT) após ter sido chamado de "capitãozinho do mato" pelo pedetista.
"Imagina, esse Fernando Holiday aqui. O capitãozinho do mato, porque é a pior coisa que tem é um negro que é usado pelo preconceito para estigmatizar, que era o capitão do mato do passado", declarou Ciro, em entrevista à rádio Jovem Pan nessa segunda-feira (18).
Durante o período da escravidão, capitão do mato era uma pessoa contratada para perseguir escravos fugitivos, função frequentemente exercida por um negro.
Ligado ao MBL (Movimento Brasil Livre), de direita, Holiday é crítico do movimento negro e de cotas raciais.
Em vídeo divulgado nas redes sociais, o vereador disse que racismo é crime "não importa de onde ele venha, da direita ou da esquerda" e prometeu processar Ciro por injúria racial.
"Sou uma pessoa que busca quebrar estes estigmas, que busca trazer um discurso diferente ao combate ao racismo e ao preconceito", disse o vereador.
Lideranças do movimento negro ouvidas pela reportagem não mostraram solidariedade imediata com o vereador.
Para o Frei David Raimundo dos Santos, diretor-executivo da Educafro, Holiday tem um grande serviço a prestar ao povo negro, mas primeiro deve entender a importância de ações como as cotas raciais.
"A Educafro entende que o Holiday é nosso irmão, negro, mas ele precisa entender que a única politica que tirou o negro da miséria foram as cotas na universidade e no serviço público. Nós queremos ajudá-lo a entender, ajudar um negro de direita a avançar nessa pauta", afirmou.
Já o professor Ailton ...

Cafè Gosto Bom

... Santos, ativista e membro do Comitê contra o Genocídio da População Pobre, Preta e Periférica, foi mais enfático na crítica ao vereador do DEM e viu procedência na analogia de Ciro.
"De uma certa forma [o Ciro] tem razão, porque [Holiday] vem fazendo um papel bem similar ao que o capitão do mato fazia, isto é, defendia os interesses dos senhores, e hoje o vereador representa uma bandeira conservadora. A única ressalva é que o capitão do mato não tinha tantos privilégios que o vereador tem", afirmou.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--