Utilidade Pública

Combate à dengue: Equipe de endemias reforça visitas

Município de Assis Chateaubriand

Toda a região sofre com epidemia deste ano que já contabiliza mais de 13 mil casos da doença.

Neste ano a região oeste do Paraná vive a pior epidemia de dengue da história, com 13.748 casos confirmados. Nunca se registrou tantos casos em praticamente todas as cidades, muitas delas com mais de 1.000 confirmações, como é o caso Toledo (3.196), Marechal Cândido Rondon (1.815), Guaíra (1.956), Santa Helena (1.207), Palotina (1.117) e Assis Chateaubriand (1.988) – até por serem os maiores municípios. No entanto, proporcionalmente ao número de habitantes, a realidade epidêmica também é vivida nas cidades menores.

Em Assis Chateaubriand a equipe de endemias segue incansável nos trabalhos de vistoria nos imóveis, percorrendo diariamente os bairros da cidade, alcançando todo o município num ciclo de 60 dias, em média. Desde a semana passada os agentes estão retornando às residências onde os moradores não foram encontrados na visita inicial, com o objetivo de alcançar o maior número possível de imóveis.

“Esse trabalho vem acontecendo em todos os bairros e nossa equipe está indo até as casas que estiveram fechadas num primeiro momento, uma vez que o índice de imóveis fechados chega a 38%”, explica a coordenadora de Endemias, Valéria Loth. Com relação a residências vazias em processo de locação e administradas por imobiliárias, os profissionais da Saúde vão até as empresas para pegarem as chaves e conseguir acesso às propriedades para que a vistoria seja feita com sucesso.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, muitos não estão recebendo os agentes de endemias, e alguns desses agentes geralmente precisam lidar com ofensas por parte dos moradores. Já nos casos mais graves, onde a pessoa insistentemente se recusa a permitir a entrada nos imóveis, a Polícia Militar é acionada para atender ao fato.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--