Policial

Condutor etilizado é prezo pela PRF

Na noite deste sábado após denúncias de usuários da rodovia, foi abordado o veículo GM Corsa, com placas de Cascavel, que estaria transitando em zigue-zague, invadindo o fluxo oposto de circulação. O veículo foi abordado em frente ao posto da PRF de Cascavel, onde o condutor de 33 anos foi convidado a realizar teste com etilômetro tendo como resultado 0.61mg/l no primeiro teste e 0.52mg/l no segundo teste. Para configurar crime, basta que a medição considerada seja superior a 0.30Mg/L

Diante dos visíveis sinais de alteração da capacidade psicomotora, tais como hálito etílico, olhos vermelhos , além da dificuldade do condutor no desembarque do veículo, ainda, subsidiado pelos testes no etilômetro, foi dado voz de prisão em flagrante pelo crime de embriaguez ao volante.

A embriaguez ao volante é uma das maiores causas de acidentes com vítimas graves e mortes no trânsito.

O Código de Trânsito Brasileiro aponta que o ato de conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência incorre em detenção, de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor, além da penalidade de multa de R$2.934,70 e suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--