Esportes

Cuca esconde time do SPFC, cogita Jucilei e não confirma Hernanes titular

Cuca deixou no ar qual equipe do São Paulo vai começar a final do Campeonato Paulista contra o Corinthians. O treinador não permitiu a entrada da imprensa nos treinamentos táticos desta semana. Uma dúvida é se Hernanes, que recuperado de lesão na coxa esquerda busca o melhor condicionamento físico, vai iniciar ou não o duelo deste domingo, na Arena.
"Claro que ele está apto para começar, mas não sei se está apto para terminar [risos]. Qual a parte mais importante do jogo? O começo ou fim? Os dois, né. A gente tem de pesar tudo isso. Tem de começar bem para terminar bem. Começar com ele para acalmar o time, dando suporte e tranquilidade. Ou ele entra no decorrer do jogo, pode até bater pênalti se for necessário. Se a gente ganhar, o que eu fizer estará certo. Se perder, o que fizer estará errado. Sabemos que será assim", disse Cuca.
O treinador ainda estuda como vai montar o seu meio de campo. Liziero, com dores na coxa esquerda, é dúvida. No treino de ontem, Cuca testou Jucilei no meio de campo. Na mesma atividade, ele experimentou o volante mais recuado como zagueiro. No treino de hoje, ele simulou o time com a mesma formação da semifinal com o Palmeiras, sem Jucilei, e mais outras opções.
"A semana foi boa para nós. Ainda falta um dia para trabalhar taticamente. Deu para testar algumas variações. Uma que trabalhei foi o Jucilei, outra foi manter o time que jogou com o Palmeiras, e a terceira com jogadores mais experientes participando. Vamos avaliar bem onde o time se encaixa para essa decisão. Quanto ao Corinthians, a gente vê um time marcando pressão e propondo o jogo. Imaginamos que vão manter essa proposta", completou o treinador.

Confira mais trechos da entrevista de Cuca:

Esquemas táticos
"Não tem muitas opções. Com o Palmeiras jogamos sem o 9 específico, com o Corinthians jogamos com o camisa 9. Temos as duas medidas. Mas podemos mudar no decorrer do jogo. São as alternativas que temos."

Conversa com o time
"Tenho feito isso toda a semana. Não se faz isso 30 minutos antes do jogo. Eu sinto que eles dia a dia estão evoluindo em todos os sentidos. Como grupo, como time, o ambiente é muito bom. E isso só nos fortalece."

Mancini
"Sou o que menos merece alguma comemoração, porque o Mancini trabalhou muito mais tempo do que eu, foi quem revelou esses meninos... Ele executou o trabalho. Não só ele, mas o Raí, o Pássaro, todo mundo. Os méritos maiores são dele. Até por isso, o Mancini está comigo ainda no campo. Mas quero muito ser campeão pelo São Paulo, mais do que para mim."

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--