Economia

Pagamentos com cartões devem crescer 16% em 2019, projeta associação do setor

 O setor de cartões espera crescer 16% em 2019, com movimentação de R$ 1,8 trilhão por crédito e débito. A projeção foi divulgada pela Abecs (associação da indústria de cartões) nesta terça-feira (26).
Do total de 2019, R$ 1,2 trilhão deve ser pago em cartões de crédito, na projeção da Abecs.
O crescimento deve ser maior que os 14,5% de expansão registrada em 2018, quando o setor movimentou R$ 1,55 trilhão.
No ano passado, a expansão foi a maior desde 2014 e contrasta com o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto), que foi de 1%. Antes da crise econômica, o segmento crescia acima de 20% anualmente, segundo o presidente da Cielo, Paulo Caffarelli.
Ainda de acordo com a Abecs, 38,3% do consumo das famílias foi pago com cartões em 2018, percentual que o setor espera levar a 60% até 2022, afirma Pedro Coutinho, presidente da Abecs e também presidente da Getnet.
Coutinho destacou ainda que a carteira de crédito do cartão cresceu 15% no ano passado, a linha do sistema financeiro que mais cresceu.
O executivo acrescentou ainda que 56% dos usuários de cartão afirmam usá-lo para compras parceladas sem juros todos os meses.
Nesta semana, o setor lança nesta semana o crediário do cartão de crédito, uma alternativa de financiamento às compras que pretende competir com a versão 10 vezes sem juros.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--