Turismo e Lazer

Em mês de produção recorde, Itaipu reabre as três calhas do vertedouro

A usina de Itaipu voltou a abrir simultaneamente, das 6h às 9h da manhã deste domingo (28), todas as 14 comportas das três calhas do vertedouro. A cena é rara, mas aconteceu pela segunda vez em menos de 15 dias – a primeira foi no dia 14 deste mês. Durante as três horas, o vertimento médio foi de 7.500 metros cúbicos de água por segundo (m³/s), o equivalente a cinco vezes a vazão média das Cataratas do Iguaçu. Devido ao horário, alguns turistas tiveram a sorte de registrar o espetáculo da força das águas, mas apenas em duas das três calhas.

Itaipu está vertendo de forma intermitente desde o fim do ano passado. O que permitiu a reabertura das três calhas foram as chuvas intensas que ocorrem em toda a Bacia do Rio Paraná desde o fim de dezembro. São essas chuvas que contribuíram para que a usina de Itaipu tenha, este ano, o melhor janeiro de todos os tempos em produção de energia.



Mesmo com previsão de pancadas de chuva intensas e de curta duração nos próximos dias na região do reservatório da usina, de acordo com a Divisão de Estudos Hidrológicos e Energéticos da Itaipu, as três calhas não devem reabrir tão cedo.

O nível do Rio Paraná, no entanto, deve permanecer elevado. Até a situação voltar ao normal, a Comissão de Cheia da Itaipu estará em atividade. O grupo emite boletins de alertas hidrológicos para os órgãos responsáveis pela defesa civil da região.

Recorde iminente

O vertimento indica: água é o que não falta para a produção de energia na Itaipu. Como a demanda também tem sido alta, a produção parcial de janeiro confirma a previsão de nova quebra de recorde mensal de geração.

Até as 9h deste domingo (28) a hidrelétrica brasileira e paraguaia havia produzido 8.410.473 megawatts-hora (MWh). A mesma produção parcial em janeiro de 2017, que registrou a maior geração para este mês no histórico da usina, era de 7.671.122 MWh – 9,6% menor que a atual. Faltando quatro dias para o fim do mês, portanto, a geração de janeiro de 2018 deve superar com boa margem de vantagem os 8,74 milhões de MWh registrados no mesmo mês em 2017, estabelecendo uma nova marca para o período.

Três calhas

O vertedouro é uma estrutura utilizada para escoar o excedente de água do reservatório, não utilizada para a produção de energia. Antes das duas aberturas deste mês, a operação simultânea das três calhas havia ocorrido há um ano e sete meses, em junho de 2016. E antes, no dia 22 de novembro de 2015, quando a abertura de todas as comportas durou o dia todo, o mesmo espetáculo garantiu recorde diário de visitação à usina, com mais de 10 mil pessoas passando pelas atrações da hidrelétrica motivadas principalmente pela oportunidade de ver o vertedouro totalmente aberto.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--