Agronews

Faturamento em 2018 foi de R$ 3,841 bilhões

A diretoria apresentou crescimento de 11%, que resultou em um faturamento de R$ 3,841 bilhões e R$ 53 milhões em sobras distribuídas aos cooperados 

Com a participação expressiva dos cooperados, a Cooperativa realizou nesta sexta-feira, 1º de fevereiro, a sua AGO (Assembleia Geral Ordinária), na Aercol em Cafelândia. Além da prestação de contas referente ao exercício de 2018, também foram realizadas as posses dos do Conselho de Administração, eleito para os próximos quatro anos, e a do Conselho Fiscal, eleito para ano corrente. 

Segundo o presidente da Copacol Valter Pitol, mesmo com toda as adversidades que foram enfrentadas no ano passado, a Cooperativa realizou investimentos importantes como a conclusão da segunda linha de abate da Unitá, o início das obras do Centro de Distribuição em Corbélia e da nova unidade de recebimento e armazenagem de cereais na comunidade Melissa, junto com as aquisições das unidades de Carajá e Palmitolândia. 

“Conseguimos superar os desafios de 2018, porque trabalhamos juntos. Agradecemos a participação de todos e vamos trabalhar ainda mais forte neste ano para oferecer ainda mais oportunidades de renda e qualidade de vida para os nossos cooperados, colaboradores, parceiros e toda a região”, afirma o presidente Pitol. 

O presidente do Sistema Ocepar José Roberto Ricken, destacou o profissionalismo da diretoria e modelo de gestão da Copacol, que é uma referência para o Cooperativismo brasileiro. “A Copacol é um modelo de sucesso que sempre ressaltamos no Paraná e no Brasil dentro do sistema cooperativista, porque os investimentos realizados na diversificação das suas atividades, geram milhares de empregos e ...

Cafè Gosto Bom

... oportunidades para os cooperados e toda a região. Estes são fatores que possibilitaram a Cooperativa alcançar estes expressivos resultados mesmo em um ano tão desafiador como foi 2018”, ressalta o presidente da Ocepar. 

O cooperado Sadi Paini, confessou que ficou surpreso pelos resultados apresentados devido as dificuldades enfrentadas durante o ano de 2018, principalmente com a greve dos transportes. “Isso comprova a capacidade que a diretoria tem para administrar a nossa Cooperativa, porque em momentos de crise como o que passamos em 2018, tivemos uma tranquilidade para trabalhar e continuar investindo”, afirma Sadi Paini. 

Sobras e complementação 
Dos R$53 milhões de sobras destinadas para os cooperados, 50% foi antecipada em dezembro de 2018 e o restante será pago nessa quarta-feira, 6. 

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--