Educação

Férias escolares: rede municipal encerra ano letivo 2019

Município de Assis Chateaubriand Paraná

Numa temporada extremamente produtiva para a educação pública de Assis Chateaubriand, a Secretaria de Educação encerrou as atividades escolares do ano letivo 2019 na rede municipal de ensino, nesta quinta-feira (19), quando os alunos das 14 escolas e 5 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) entraram em férias – com exceção de alguns CMEIs que terão cronograma diferenciado de atendimento, conforme informado aos pais.

Cumprida a meta de 800 horas/aula em 200 dias letivos, a secretária de Educação e Cultura, Fátima Aparecida Sobral, aproveitou para avaliar os trabalhos desenvolvidos ao longo do ano. Ela firma que os grandes investimentos feitos no setor proporcionaram a oferta de um ensino de qualidade aos cerca de 3.500 alunos atendidos pelo Município, que totalizam aproximadamente 4.100 matrículas.

“Tivemos um 2019 positivo para a educação chateaubriandense, quando, inclusive, houve um aumento no número de alunos com a chegada de famílias de outras cidades à Assis Chateaubriand. Em relação aos investimentos, mais uma vez, garantimos uniformes e materiais escolares para todas as crianças, além de uma merenda de qualidade, e fizemos ampliações e adequações em várias instituições de ensino. Num todo, elaboramos e executamos aquilo que planejamos junto ao nosso prefeito, João Pegoraro, na busca pela excelência no ensino que ofertamos”, avaliou a secretária, que também destacou o bom trabalho feito por todos os profissionais da educação.

As aulas do calendário letivo foram oficialmente encerradas em 19 de dezembro e a volta às aulas está marcada para o dia 5 de fevereiro. Ou seja, o período de férias será de 47 dias.

Nova escola

O ano letivo 2020 será marcado com a abertura das atividades na Escola Edésio Siloti, construída no Jardim Mônaco. Com 12 salas de aula, a 15ª escola da rede municipal começará atendendo 600 alunos, inclusive com 60 vagas de ensino integral para o Infantil 4. A inauguração deve acontecer no primeiro dia de aula.

Para construção da moderna escola de 3.228 metros quadrados, foram investidos R$ 3,725 milhões. O projeto foi iniciado pelo deputado estadual Marcel Micheletto, quando prefeito, e concluído na gestão do prefeito João Pegoraro. Os recursos foram do Ministério da Educação, viabilizados pelo deputado federal Sérgio Souza, somados a contrapartida de R$ 886 mil do Governo Municipal.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--