Educação

Florindo a cidadania nos CMEIS e escolas da rede municipal

A beleza de uma flor, o seu perfume, o colorido num jardim bem cuidado são cenas raras no cotidiano das cidades. Porém, quando nos deparamos com espaços preservados e crianças interagindo com a mãe natureza, somos contagiados sobremaneira pela estética e cidadania que aflora na alma um sentimento de felicidade e harmonia.

Com o propósito de embelezar a cidade de Cafelândia, uma equipe do Copacol Supermercados em parceria com a Secretaria Municipal de Educação criou o Projeto Florir: distribuição de mudas de flores para incentivar crianças das escolas e instituições educacionais a plantar, cuidar e preservar dos jardins da cidade. Somente na quinta-feira (8), a cooperativa distribuiu 400 mudas na Escola Municipal Theofanio Agapito Maltezo. A Copacol pretende, durante todo o ano, distribuir mudas nas demais instituições para que todas as crianças tenham a oportunidade de conhecer e participar do projeto.

O gerente do supermercado da cooperativa, João Lauro comenta a decisão de levar a ideia para escolas: “Esse é um projeto que está aí desde o ano passado. Já fizemos em duas escolas; no CMEI João XXIII e no CMEI Rosália Motter. Por saber que flores são vida e trazem alegria, nós decidimos inserir isso no contexto escolar até mesmo por uma questão de cultura. Esse projeto está dando super certo e se Deus quiser este ano vamos concluir em todas as escolas aqui do município. A nossa pretensão é que assim que terminarmos todas as escolas, nós já começaremos novamente a CMEI João XXIII reformando os canteiros e fazendo a reciclagem das flores”. Comentou.

A diretora da escola Neusa Voltolini Giacometti fala sobre a importância das crianças participarem dessa atividade. “Os alunos aprendem desde pequenos a amar e preservar a natureza. Nosso principal objetivo com esse projeto é fazer com que a criança tenha esse cuidado. Porque não adianta impor pra ela que não pode quebrar um galho ou arrancar uma flor, se ela não sabe todo o processo por trás disso. Então no Projeto Florir a criança planta, cuida e zela por aquilo que ela ajudou a construir. Se tiver faltando água na planta, ela vai pedir para alguém molhar. Então a criança ajuda a cuidar e não vai deixar que os outros arranquem as flores. Isso não é só no ambiente escolar, mas também na rua, porque se o aluno começa a desenvolver isso desde pequeno, ele vai se tornar um cidadão mais responsável pelo meio ambiente dele. Esse projeto caiu certinho com a nossa grade curricular que fala do meio ambiente da natureza. Além disso a escola fica bem mais linda com tantas cores e flores.” Finaliza.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--