Governos

Governo agiliza obras e antecipa entrega de três hospitais

AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Junior determinou nesta quinta-feira (02) a agilidade na conclusão de três hospitais regionais como forma de ampliar a força-tarefa do Estado para o enfrentamento ao coronavírus. Previstas inicialmente para serem concluídas em dezembro, as obras dos complexos de Telêmaco Borba (Campos Gerais), Guarapuava (Centro) e Ivaiporã (Vale do Ivaí) serão antecipadas pela Secretaria de Estado da Saúde.

A intenção, destacou o governador, é que as estruturas estejam à disposição dos paranaenses o mais brevemente possível. “Estamos reforçando o trabalho para entregar mais três hospitais para a população. Algo que só iria ocorrer no fim do ano agora vai ajudar o Paraná neste enfrentamento ao coronavírus”, afirmou.

Somados, os três centros médicos vão garantir ao sistema público do Estado mais 160 leitos, sendo 40 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “A nossa ideia aqui no Paraná é usar as estruturas hospitalares, locais já apropriados para atender as pessoas, para reforçar o atendimento contra o Covid-19. Os próprios hospitais serão transformados em hospitais de campanha”, ressaltou o governador.

REDE HOSPITALAR – Secretário de Estado da Saúde, Beto Preto explicou que a antecipação das obras se soma a outras medidas já tomadas pelo Governo do Estado para garantir uma rede de saúde ampla e completa, dedicada ao tratamento do coronavírus. 

Ele destacou que, além desses novos 160 leitos, a secretaria vai ativar mais 317 leitos de UTI e 731 leitos de enfermaria em hospitais de todo o Estado. As estruturas estarão disponível até o fim da próxima semana e se somarão aos 3.603 leitos de atendimento especializado (públicos e particulares) já existentes em nove hospitais de referência e 51 de retaguarda espalhados pelo Paraná.

“Vamos colocar para funcionar todas essas estruturas. Não teremos e não queremos obras paradas. Temos hospital fechado há nove anos, leitos que não foram abertos. Vamos abrir a porta da saúde. Isso é ter respeito pelas pessoas”, afirmou o secretário.

AVALIAÇÃO DIÁRIA - Beto Preto reforçou, ainda, que caso o quadro epidemiológico exija novas medidas, o Estado tem condições para mais contratações nos próximos 90 dias. “É um momento de avaliação diária, de tomadas de medidas diárias, de acordo com que o quadro epidemiológico se apresenta”, disse.

COMPLEXOS – Os hospitais em Ivaiporã e Guarapuava estão em construção, com mais de 90% das obras concluídas. Já o complexo de Telêmaco Borba passa pela parte final de adequação. Originalmente, tanto o de Ivaiporã quanto o de Telêmaco vão ser dedicados preferencialmente ao atendimento da mulher.

 “Esse hospital em Telêmaco Borba já foi inaugurado três vezes, mas nunca entrou em funcionamento. Agora, sim, vai atender a população”, afirmou Beto Preto.

Já a estrutura de Guarapuava será referência para Urgência e Emergência e terá seu perfil assistencial direcionado para atendimento em ortopedia e trauma, cirurgia geral e clínica médica. “Mas, neste momento, todos servirão para ajudar a vencer o coronavírus”, destacou Ratinho Junior.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--