Governos

Secretaria de Saúde alerta sobre aumento de focos do mosquito da dengue

Motivo de preocupação constante na região Oeste do Paraná, a dengue tem seu período mais crítico justamente nesta época do ano, onde o calor e as chuvas são frequentes, criando um ambiente ideal para proliferação do mosquito transmissor.

 

Em Assis Chateaubriand, com o objetivo de manter a vigilância sobre a doença, a Secretaria Municipal de Saúde realizou o 6º Levantamento de Índice Rápido do Aedes (LIRAa) de 2018 e o mesmo apontou resultado que faz o município ficar em alerta. De acordo com o balanço, o índice de infestação atual é de 4,7% – o que classifica Assis como em alto risco de futura epidemia, conforme critérios do Ministério da Saúde.

 

Esse número significa que, em média, a cada 100 imóveis visitados, em quase 5 foram encontrados focos do mosquito. O preconizado como ideal é que LIRAa fique abaixo de 1%.

 

O levantamento foi realizado de 29 a 31 de outubro. Nesse período, foram vistoriados 1.145 imóveis e em 67 foi constatada a presença de larvas do Aedes. No levantamento anterior, feito na primeira semana de setembro, o índice era de apenas 1,2%.

 

Segundo o secretário municipal de Saúde, Agnaldo Vieira, a Prefeitura, através dos agentes de endemias, vem realizando ações de vistoria e limpeza por todos os bairros, percorrendo espaços públicos e privados para manter a vigilância sobre a doença.

 

“Nosso trabalho está sendo feito, mas precisamos que a população faça sua parte, cuidando com a limpeza de seus quintais e terrenos, pois lembramos que uma simples tampinha ...

Cafè Gosto Bom

... de garrafa é o suficiente para procriação do mosquito e, consequentemente, possível contaminação de pessoas em uma grande área”, lembra ele. “Precisamos atuar juntos para evitar que Assis Chateaubriand passe por uma nova epidemia de dengue”, completa Vieira.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--