Cultura & Entretenimento

Grammy já teve Beyoncé, Prince e Michael Jackson; relembre apresentações da premiação

JOE KLAMARAFPGETTY IMAGES

Marcada para este domingo (10), a 61º edição do Grammy promete entrar para a história como uma celebração do empoderamento feminino. Neste ano, cinco dois oito indicados ao cobiçado prêmio de disco do ano são feitos por mulheres: "Invasion of Privacy", de Cardi B, "Dirty Computer", de Janelle Monae, "By the Way, I Forgive You", da cantora folk Brandi Carlile, "Golden Hour", da artista country Kacey Musgraves e "H.E.R.", da cantora de R&B homônima.
A premiação também contará com shows de Lady Gaga, Chloe X Halle, Cardi B, Dua Lipa, entre outras, além de ter como grande homenageada da noite a cantora Aretha Franklin. Apresentada pela cantora Alicia Keys, a premiação deste ano ocorrerá no Staples Center, em Los Angeles, e tem como recordistas de indicações o rapper Kendrick Lamar e o cantor de R&B Drake. 
No Brasil, a transmissão do Grammy pode ser assistida a partir das 22h30 pelo canal pago TNT. Já o tapete vermelho pode ser acompanhado pelo canal E!, que inicia a cobertura a partir das 19h com a contagem regressiva e, às 21h, com o Ao Vivo do Tapete Vermelho. Depois do Grammy, o canal apresenta a After Party, a partir das 2h30. 
Nos anos anteriores, o evento se destacou pela qualidade dos shows incluídos na programação, que contaram com apresentações históricas de artistas do porte de Adele, Michael Jackson e Mariah Carey.
Relembre cinco das performances mais marcantes dos últimos anos do evento.
 
Mariah Carey, "If It's Over" (1992)
No começo dos anos 1990, o mundo estava hipnotizado pela voz de Mariah Carey e seus shows nos Grammy de 1991 e 1992 mostraram o impressionante alcance vocal da cantora. Em 1992, Mariah interpretou a emotiva "If It's Over", ...

Laboratório Genesis de Cafelândia Paraná

... escrita por ela e pela lendária compositora Carole King, que declarou na ocasião: "Ela é muito expressiva. Ela dá muito significado para aquilo que ela canta".
 
Christina Aguilera, "It's a Man's Man's Man's World" (2007)
O cover de Christina Aguilera para a música "It's a Man's Man's Man's World", de James Brown, que havia morrido semanas antes do Grammy de 2007, é considerado por muitos uma das melhores apresentações ao vivo de todos os tempos. A roqueira Patti Smith, presente ao evento, disse após show: "Uma das melhores performances que eu já vi. No final eu estava pulando involuntariamente. Foi incrível". 
 
Beyonce e Prince, "Purple Rain"/"Baby I'm a Star"/"Crazy in Love"/"Let's Go Crazy" (2004)
Até mesmo ícones musicais consagrados sentem frio na barriga quando trabalham com seus ídolos. Anos depois de sua apresentação ao lado de Prince em 2004, Beyoncé ainda parecia não acreditar muito no que ocorreu aquele dia: "Eu estive no palco com Prince? Você está falando sério? Eu ainda não acredito", ela disse.
"É claro que eu estava apavorada de estar trabalhando com ele. Eu estava impressionada e nervosa e meio boba". Não transpareceu em sua apresentação, que contou com um mix de quatro músicas dos artistas. Minutos depois, Beyoncé levaria para casa cinco prêmios, sendo a grande vencedora do Grammy 2004.  

Adele, "Hello" (2017)
Adele abriu o Grammy de 2017 com uma impressionante apresentação de "Hello", música que estava no topo das paradas da Billboard há dez semanas na ocasião. Naquela noite, ela ainda cantaria um tributo a George Michael, com uma versão de "Fast Love" e levaria para casa cinco prêmios, incluindo Álbum do Ano. "Não é possível aceitar esse prêmio", afirmou a cantora então, usando seu discurso para celebrar o álbum "Lemonade", de Beyoncé.
   
Michael Jackson, "The Way You Make Me Feel" e "Man in the Mirror" (1988)
Nenhuma lista de grandes shows está completa sem uma apresentação do rei do pop e com o Grammy não seria diferente. Em sua única performance na premiação, durante a 30º edição do evento, em 1988, Michael Jackson interpretou um medley de duas canções de seu álbum "Bad", "The Way You Make Me Feel" e "Man In the Mirror". Como de costume nas apresentações de Michael, a coreografia chama quase tanta atenção quanto a música. 

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--