Comportamento

Indústria de Rondon doa impressora 3D para Unioeste

Andréa Pasquetti

A Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), desde sua criação, está trabalhando em função do desenvolvimento universitário a fim de seu reflexo na região. Assim, hoje (19), foi selada uma parceria com a Indústria Schumacher. Uma empresa de Marechal Cândido Rondon, onde está instalado um dos campi da Instituição.

Os irmãos Schumacher, Adair e Gilberto, doaram à Unioeste uma Impressora 3D, e contam que a intenção é a parceria mesmo, e que a impressora é uma forma de aliança para selar esse compromisso. “Estamos num período onde as universidades estão abrindo portas para as empresas, e a Schumacher quer fazer parte disso. Queremos aproveitar essa onda de fazer parte das novas tecnologias e tendências, projetos em parceria, aprimorar e desenvolver pesquisas”, elucidam os irmãos.

Adair Schumacher ainda ressalta que, por terem sua sede em Marechal e ser o mesmo local onde há um campus da Unioeste, a Universidade sempre esteve muito presente para eles. “Vemos na Unioeste um grande potencial de desenvolvimento regional, e queremos contribuir com isso”.

“Essas parcerias sempre beneficiam a universidade e a empresa. Assim como as empresas trazem tecnologias, equipamentos e diversos incentivos para dentro da universidade. A Unioeste também oferece às empresas o total apoio, tanto para a criação de novas técnicas e equipamentos, mas também com corpo técnico. Por isso, essa via de mão dupla é benéfica para todos”, reitera o professor Reginaldo Ferreira Santos, coordenador da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação.

Na ocasião, o coordenador do NIT – Núcleo de Inovações Tecnológicas, Selmo Bonatto, ressaltou ainda a importância desse equipamento dentro da Universidade, contribuindo principalmente na Clínica de Reabilitação Física, onde há a doação de próteses e órteses que, a partir de agora, terá um custo muito menor por poderem ser produzidas dentro da própria instituição. “Além do uso na Fisioterapia, o uso também será no laboratório do carro elétrico, onde a impressora 3D poderá auxiliar na impressão de diversas peças para o carro”, conclui Selmo.

Atrelado a isso, o atual reitor, professor Paulo Sérgio Wolff e o futuro reitor eleito, professor Alexandre Almeida Webber, colocaram suas considerações nesse mesmo sentido. Ambos reiteram o crescimento da Unioeste na última década, e a extrema importância das parcerias com as empresas de nossa região. “Já tivemos diversas parcerias, e todas trouxeram muitos benefícios. Nossa primeira pesquisa dentro da Unioeste foi graças a uma parceria. Assim, a evolução é dentro da universidade e dentro das empresas também”, ressaltou o reitor Paulo Sérgio.

“Apesar de grande, a Unioeste vem avançando muito nos índices, e essa parceria entre a Universidade e as empresas começa a se consolidar, trazendo assim uma maior integração entre comunidade acadêmica e comunidade externa”, exaltou o professor Alexandre Webber

Desta forma, o futuro diretor do campus de Cascavel eleito, professor Aníbal Diniz, também vê os reflexos dessas parcerias na sociedade. “Estamos crescendo, somos muito jovens ainda, com somente 25 anos, e isso agrega à Universidade, essa parceria só vem a somar e crescer, e isso também é um compromisso do campus, para que possamos nos reunir e fortalecer essa parceria”.

Portanto, a partir da entrega desse equipamento a Unioeste firmou o compromisso mútuo com as Indústrias Schumacher para trocarem tecnologias e informações, além de se dar como aberta para a criação de outras parcerias que possam beneficiar toda a região Oeste e Sudoeste do Paraná. A impressora da Indústria Schumacher custa em torno de 13 e 18 mil reais, ficará alojada no laboratório do carro elétrico, no campus de Cascavel. Sua principal função dentro da Unioeste será, como citado anteriormente, na produção de próteses e órteses, além das peças para o carro elétrico.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--