Educação

Internet para Todos deve beneficiar sete mil pessoas de dois Municípios do Paraná

Foto: Pixabay

Prefeitos de dois Municípios do Paraná estiveram na sede da Confederação Nacional de Municípios (CNM) nesta segunda-feira, 12 de março. Os prefeitos de Itaperuçu (PR), Hélio Vieira Guimarães, e Tamandaré (PR), Gerson Colodel, estão em Brasília para a assinatura do Assinatura do Termo de Adesão ao Programa Internet para Todos e de Liberação do Apoio Financeiro aos Municípios (AFM). A cerimônia será presidida pelo presidente da República, Michel Temer, às 15 horas, no Centro Internacional de Convenções do Brasil (CICB).

Em Tamandaré, de acordo com o prefeito, o Programa Internet para Todos deve beneficiar 8 regiões, ou seja, aproximadamente cinco mil pessoas. “Nós temos áreas rurais que a internet não chega e que com esse convênio, com essa tecnologia do Ministério de Ciência e Tecnologia, nós temos a possibilidade de dar essas alternativas para os moradores mais longínquos”, completa Gerson Colodel.

Já em Itaperuçu, Hélio Vieira Guimarães lembra que a internet vai beneficiar seis regiões, cerca de duas mil pessoas da área rural. O prefeito está ansioso também para a liberação Do Apoio Financeiro aos Municípios. “Estamos na esperança, visto que os Municípios vêm sofrendo uma grande crise. Nosso Município vai receber em torno de 425 mil reais que vai alavancar para que possamos pagar as dívidas pendentes. Estamos ansiosos para a liberação do AFM”, finaliza.

Educação

Durante visita à sede da CNM, os gestores aproveitaram para esclarecer dúvidas sobre educação e saúde. A técnica da área de Educação na CNM, Mônica Cardoso, explicou aos gestores municipais sobre a Portaria 2/2018. Publicada no fim de janeiro, o texto fala sobre os critérios e as orientações operacionais a serem observadas pelos estados, Distrito Federal, Municípios e agentes financeiros quanto à movimentação e divulgação dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Segundo a técnica, a gestão dos recursos destinados à educação compete às secretarias de educação (ou órgão equivalente), no âmbito dos respectivos entes governamentais. Para tanto, as contas específicas do Fundeb deverão ser abertas e mantidas no CNPJ do órgão responsável pela educação.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--