Trânsito

Interrupção total do fornecimento de combustíveis no Paraná é iminente, diz sindicato

Ilustrativa Pixabay

O Sindicombustíveis-PR informou na tarde desta quinta (24), em nota, que é iminente o risco de uma interrupção total do fornecimento de combustíveis no Paraná. "Muitas cidades já estão com desabastecimento total ou perto disso", diz o texto.
Em Curitiba, os bloqueios de rodovias se intensificaram nesta quinta. Caminhoneiros autônomos estão em greve desde segunda (21) em protesto pelo alto custo do diesel. O petróleo subiu de preço e a Petrobras repassa as flutuações nas cotações internacionais às refinarias. Nesta quarta-feira, Pedro Parente, presidente da Petrobras, disse que reduziria o preço do diesel em 10% por 15 dias. 
De acordo com a nota, a maioria dos 340 postos da cidade está sem combustível, mas não há como precisar os que permanecem atendendo porque alguns caminhões têm conseguido furar os bloqueios.
Em Foz do Iguaçu e pelo menos oito municípios da região, a gasolina e o etanol esgotaram-se por volta das 13h. Segundo o sindicato, ainda restam pequenas reservas de diesel. Em Londrina, dez dos 100 postos tinham gasolina e etanol por volta das 15h.
Em Cascavel, a gasolina comum está esgotada na região central. Além disso, em Ponta Grossa e no litoral do Paraná os combustíveis já tinham acabado pela manhã.
O Sindicombustíveis afirmou no texto que segue em contato com as forças policiais para solicitar reforço na escolta dos caminhões-tanque.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--