Comportamento

Janeiro Roxo: Assis adere à campanha mundial de combate à hanseníase

Município de Assis Chateaubriand Paraná

A Secretaria de Saúde de Assis Chateaubriand também aderiu ao Janeiro Roxo, uma campanha mundial que tem por objetivo chamar a atenção de todos para o combate à hanseníase, antigamente conhecida como Lepra. Trata-se de uma doença crônica, transmissível, onde pode aparecer manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou amarronzadas, em qualquer parte do corpo, resultando na perda ou alteração da sensibilidade térmica, tátil e à dor, atingindo principalmente as extremidades das mãos e dos pés, na face, nas orelhas, no tronco, nas nádegas e nas pernas.

A hanseníase causa a diminuição dos pelos e do suor, dor e sensação de choque, formigamento, fisgada e “agulhada” em nervos dos braços e das pernas, inchaço de mãos e pés, redução da sensibilidade e da força muscular da face, mãos e pés, devido à inflamação de nervos, que nesses casos podem estar engrossados e doloridos.

A doença também é causadora de úlceras de pernas e pés, caroços (nódulos) no corpo, em alguns casos avermelhados e dolorosos, febre, edemas e dor nas articulações, entupimento, sangramento, ferida e ressecamento do nariz, assim como ressecamento nos olhos.

O Brasil ocupa a 2ª posição do mundo, entre os países que registram casos novos. Em razão da elevada carga, a doença permanece como um importante problema de saúde pública no País.

A hanseníase tem cura e o tratamento está disponível gratuitamente nas unidades de saúde do Município de Assis Chateaubriand.

 

RECEBA NOSSA NEWSLETTER EM SEU EMAIL

Deixe seu email aqui. Preservamos sua privacidade.