LONDRINA

Universidade Estadual de Londrina vai comprar produtos da agricultura familiar por programa do governo federal

A Universidade Estadual de Londrina vai comprar, pela primeira vez, produtos da agricultura familiar por meio da modalidade Compra Institucional do Programa de Aquisição de Alimentos, o PAA. Todos os dias, cerca de três mil e oitocentas refeições são preparadas no restaurante universitário da instituição. Além disso, parte das refeições também são destinados a um Hospital Universitário e a dois centros de educação infantil, ligados à entidade. No total, a universidade deverá investir 589 mil reais na compra de itens como frutas, verduras e legumes. As propostas dos agricultores devem ser entregues na sede da instituição até a próxima segunda-feira, 3 de dezembro.

De acordo com o chefe de Divisão do Restaurante Universitário, Márcio Rogério Moraes Machado, antes de abrir a chamada pública, a equipe da instituição se capacitou com o curso a distância disponibilizado pelo Ministério da Cidadania para aprender sobre a modalidade. Ele ressalta que o principal objetivo da compra por meio do PAA é o fomento à agricultura familiar, que entrega produtos de melhor qualidade.

Por lei, ao menos trinta por cento dos artigos adquiridos para alimentação, nas instituições públicas federais, devem ter origem na agricultura familiar. Além disso, órgãos estaduais e federais podem utilizar a legislação para adquirir os alimentos. Para a coordenadora substituta de Aquisição e Distribuição de Alimentos do Ministério da Cidadania, Viviane Albuquerque, é fundamental que os governos locais possam investir cada vez mais no setor.

Na modalidade Compra Institucional do PAA, o agricultor pode vender até VINTE mil reais, por ano, para cada órgão comprador. Já para as cooperativas ou associações, o teto é de SEIS milhões de reais. Para acompanhar esta e outras chamadas públicas abertas em todo o país, acesse www.comprasagriculturafamiliar.gov.br.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--