Mundo

Turismo de brasileiros cresce 11,7% em Portugal

imagem twitter

Portugal continua sendo um destino da moda entre os brasileiros. Dados recém-divulgados pelo INE (Instituto Nacional de Estatística) do país europeu mostram um aumento de 11,7% nos primeiros seis meses de 2018, em comparação com o mesmo período do ano passado, que já havia sido de alta expressiva.
Entre janeiro e junho, os viajantes brasileiros foram responsáveis por mais de 1 milhão de diárias na rede de hotéis portuguesa.
Os números agora divulgados se restringem à atividade hoteleira, mas já sinalizam que a quantidade de brasileiros visitando Portugal deve superar a do ano anterior.
Em 2017, mais de 869 mil cidadãos do Brasil visitaram Portugal: uma alta de 39% em relação aos 625 mil viajantes de 2016. O Brasil segue como o principal mercado de turismo para Portugal fora do continente europeu.
As estatísticas do turismo, no entanto, mostram uma desaceleração da atividade, que nos últimos anos tem sido o principal motor de crescimento da economia portuguesa.
A quantidade de pernoites na hotelaria caiu 2,9% em junho em relação ao mesmo período do ano anterior. A retração foi ocasionada principalmente pela menor quantidade de estrangeiros no país.
Embora a quantidade de brasileiros, americanos e canadenses tenha aumentado, os principais mercados emissores europeus –Alemanha, Reino Unido e França– apresentaram retração.
Autoridades portuguesas minimizaram o resultado e atribuíram a redução na quantidade geral de turistas ao clima atípico deste verão e a fatores externos, como a realização da Copa do Mundo de futebol na Rússia.
Especialistas no setor, porém, indicam que o declínio pode estar relacionado com a retomada das atividades turísticas de destinos como a Tunísia e a Turquia, que sofreram com a redução dos visitantes por conta de atentados terroristas.
O primeiro foi atingido em 2015 por dois ataques em áreas turísticas reivindicados pela facção terrorista Estado Islâmico –um deles em um resort visitado por europeus–que deixaram 59 mortos.
No ano seguinte, foi a vez do segundo ser alvo de outra série de atentados, incluindo um que atingiu o principal aeroporto de Istambul, com 42 mortos.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--