Ao menos 13 pessoas morreram e mais de 130 ficaram feridas em decorrência de atividades sísmicas que atingiram a província chinesa de Sichuan, no sudoeste do país, na madrugada desta terça-feira (18).
Segundo a agência de notícia Reuters, um terremoto de magnitude 5.9 foi seguido, meia hora depois, de outro, de magnitude 5.2. Os dois tiveram epicentros a cerca de dez quilômetros da superfície, próximo ao condado de Changning. Também foram relatados diversos tremores secundários.
Segundo o canal britânico BBC, mais de 4 mil pessoas tiveram que ser realocadas, pois suas casas foram destruídas ou danificadas. Algumas das principais estradas da região também foram danificadas.
A região de Sichuan sofre regularmente com terremotos. Em 2008, um abalo de magnitude 7.9 a 80 quilômetros ao noroeste de Chengdu deixou mais de 87 mil pessoas mortas ou desaparecidas.
Em 2017, um terremoto de 7 graus de magnitude matou mais de 20 pessoas ao norte de Chengdu.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--