Comportamento

Municípios do Oeste recebem rondonistas

No total 250 rondonistas de 16 instituições do ensino superior públicas e privadas iniciaram no último final de semana suas atividades nos 12 municípios do Oeste do Paraná que sediam a Operação Yaguaru do Projeto Rondon. A Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) é o Centro Regional dessa operação e teve três equipes selecionadas que estão nos municípios de Braganey, Tupãssi e Jesuítas.

A coordenadora do Projeto na Unioeste e de uma das equipes, professora Adriane Martinez, afirma que “ter esse projeto na nossa região é de extrema importância. Isso facilita que o aluno conheça a realidade que muitas vezes está próxima, mas que desconhecemos. Nós temos uma expectativa de que conseguiremos fazer o trabalho dentro do que está previsto nos objetivos da proposta.”

Até o próximo dia 2 os rondonistas realizarão atividades com o objetivo de consolidar o sentido de responsabilidade social, contribuindo no âmbito de extensão da formação acadêmica e permitindo também, o contato com a realidade brasileira. Os acadêmicos da Unioeste realizarão oficinas relacionadas as áreas da saúde, justiça, meio ambiente, educação, cultura, entre outras.

Mariana Delminda, acadêmica de Direito da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP), diz que o Projeto Rondon é uma realização. “É muito mais do que a gente esperava. Tenho certeza que vai ser uma experiência muito enriquecedora tanto pra gente quanto pra cidade”.

Bárbara Machado, acadêmica de Pedagogia da UENP, diz estar ansiosa para os resultados da operação. “O Projeto Rondon é sair da sua bolha e conhecer tudo que está lá fora. Estamos aqui nos primeiros dias e já conseguimos ser transformados”.

A acadêmica de Fisioterapia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná  (Unioeste), Cintia Festinalli, falou também da importância de ver de perto o que só é estudado na teoria. “O Rondon encanta de todas as formas, principalmente pro acadêmico que tem essa visão da extensão da faculdade, de voluntariado com as pessoas. Até agora tem sido muito interessante de todas as formas. Você acaba se redescobrindo”.

A Pró-reitora de Extensão da Unioeste, Fabiana Regina Veloso, afirma que a Pró-Reitoria de Extensão tem assumido essa atividade junto ao Ministério da Defesa há muitos anos. “É uma parceria extremamente importante para Universidade no sentido de oferecer atividades que dão a oportunidade aos alunos de experimentarem uma vivência com as comunidades, envolvendo atividades sociais onde eles possam desenvolver habilidades de áreas distintas da formação”.

O Projeto Rondon é promovido pelo Ministério da Defesa, realizado em parceria com os Governos Estadual e Municipal, com as Instituições de Ensino Superior, Associação dos Municípios do Oeste do Paraná (Amop) e o 33º Batalhão de Infantaria Mecanizada.

 

RECEBA NOSSA NEWSLETTER EM SEU EMAIL

Deixe seu email aqui. Preservamos sua privacidade.