Cotidiano

No feriadão houve queda de 43% nos acidentes rodoviários

AEN

Os acidentes de trânsito em rodovias estaduais no feriado de Corpus Christi tiveram uma redução de 43% em todo o Paraná, comparado ao mesmo feriado do ano passado (de 100 casos caiu para 57).

O balanço do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), divulgado nesta segunda-feira (15), aponta ainda que os casos de embriaguez ao volante e excesso de velocidade também caíram. No Litoral, houve apenas três acidentes, sem mortes.

A Operação Corpus Christi iniciou-se às 14 horas de quarta-feira (10), e seguiu até a meia-noite de domingo (14), em todo o Paraná.

Nos cinco dias de feriado prolongado, o Batalhão Rodoviário registrou 57 acidentes, com 63 pessoas feridas e seis mortes. No mesmo feriado de 2019, houve 100 acidentes, 97 feridos e cinco mortes.

A comparação entre este Corpus Christi e o do ano passado aponta que houve redução de 43% nos acidentes, de -35% no número de feridos, e um leve acréscimo de 20% nas mortes (uma morte a mais neste ano).

O Batalhão Rodoviário intensificou a presença na pista, com operações de radar e de alcoolemia, para flagrar abusos de motoristas e infrações de trânsito. O trabalho dos policiais rodoviários rendeu, neste feriado, 1.707 autuações de trânsito, além de 1.207 imagens de radar de excesso de velocidade, e 16 testes etilométricos, números inferiores aos registrados no mesmo feriado de 2019, quando foram 1.738 autuações, 5.551 imagens de radar e 1.577 testes etilométricos.

Houve ainda flagrantes de embriaguez ao volante em alguns pontos do Estado. Os policiais rodoviários lavraram sete multas e prenderam cinco motoristas pelo crime, ao passo que no Corpus Christi do ano anterior foram 12 multas e três prisões.

Nas rodovias que cortam o litoral do Estado, houve três acidentes de trânsito, com cinco feridos e nenhuma morte, sendo que no feriado do ano anterior foram quatro acidentes e três feridos, também sem óbitos.

REFORÇO – O trabalho ao longo do feriado, segundo o Comandante do BPRv, tenente-coronel Olavo Vianei Francischetti Nunes, foi para reforçar a fiscalização de trânsito para reduzir o número de mortes e mutilados, além de desenvolver um trabalho para combater a criminalidade que opera na rodovia, como o tráfico de drogas e de armas, o contrabando e o descaminho, e de prestar apoio às autoridades sanitárias do Estado e dos municípios para frear o avanço do coronavírus.

“Estivemos presentes em 85 pontos em todo o Estado, com no mínimo três policiais por ponto, atuando na fiscalização sanitária, no combate aos crimes que ocorrem nas rodovias e na fiscalização de trânsito, para reduzir acidentes e mortes”, disse o tenente-coronel Vianei.

O efetivo durante o feriado foi de 250 policiais militares rodoviários por dia, nos 56 Postos Rodoviários do Estado, nos 13 pontos de fiscalização sanitária, além dos quatro bloqueios no Litoral e outros 12 locais onde há maior número de acidentes, de excesso de velocidade e de ultrapassagem em local proibido.

Houve ainda o uso de equipes policiais volantes com módulos móveis para fiscalização de trânsito com uso de radares móveis e etilômetro.

O BPRv mobilizou também efetivos dos Postos Rodoviários, equipes de Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam) e do Canil para intensificar as atividades nas rodovias. As equipes especializadas fizeram abordagens e empregaram cães de faro nas fiscalizações a ônibus, caminhões e carros de passeio para localizar drogas e armas.

Na quinta-feira (11), o Canil do BPRv apreendeu 20 quilos de maconha em Bandeirantes, escondidos em um ônibus que seguia para São Paulo.

Já na região Noroeste, na quarta-feira (10), as equipes apreenderam R$ 35 mil em cigarros contrabandeados em Iporã, também num ônibus de viagem. Outra grande apreensão durante o feriado foi na cidade de Sertaneja, no domingo (13), em que foram encontrados 260 quilos de maconha em um carro.

RECEBA NOSSA NEWSLETTER EM SEU EMAIL

Deixe seu email aqui. Preservamos sua privacidade.