Utilidade Pública

Nota técnica da vigilância em saúde: uso de máscaras artesanais

Prefeitura de Cafelândia/PR

Considerando o crescente número de notificações de casos suspeitos de infecção pelo coronavírus (COVID-19); a necessidade de evitar a transmissão do vírus através da dispersão do mesmo pelas vias respiratórias de pacientes assintomáticos; a eventual necessidade de deslocamento das pessoas em locais públicos, que realmente haja a necessidade de sair de casa; a nota técnica 04/2020, atualizada em 31 de março de 2020, publicada pela ANVISA e elaborada por uma equipe técnica de especialistas a qual descreve que: "devem usar máscara cirúrgica os pacientes com sintomas respiratórios (tosse, espirro, dificuldade respiratória)"; os profissionais de saúde e os profissionais de apoio que prestam assistência ao paciente suspeito ou confirmado de COVID-19”; e a Sociedade Brasileira de Infectologia recomendando que a máscara de tecido pode ser utilizada como uma forma de barreira mecânica, a Prefeitura de Cafelândia recomenda que, a partir deste momento, a população passe a fazer o uso de barreiras de mecânicas adicionais, como máscaras não médicas (TNT, tecidos e outros), além de todas as demais medidas já divulgadas para a prevenção/disseminação do vírus SARS-CoV-2 como higienização frequente das mãos, uso de álcool gel a 70%, desinfecção de superfícies que são tocadas frequentemente, distanciamento social, dentre outras.

O uso da máscara de tecido deve ser INDIVIDUAL, como garantia de troca se a mesma ficar úmida, ou se for utilizada por um período superior a 4 horas. A lavagem e higienização da mesma deverá ser com água, sabão e água sanitária a base de hipoclorito, e posteriormente passada a ferro quente.

No entanto, lembramos que a melhor forma de prevenção neste momento é FICAR EM CASA.

Nota emitida e assinada por Nelsi Apda dos Santos Nunes (Chefe da Vigilância Epidemiológica) e Maira Juliana Muller (Chefe da Vigilância Sanitária).

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--