Os Quatro Temperamentos

À medida que o corpo terreno cresce e amadurece, a composição do sangue se modifica e, com isso, muda também a irradiação desse sangue. 

Dentre outros efeitos, a irradiação do sangue acarreta os tipos de temperamentos que o indivíduo apresenta durante a sua vida, que são basicamente quatro: “sanguíneo” na idade infantil, “melancólico” na juventude, “colérico” na idade adulta e “fleumático” na velhice. A composição do sangue não se modifica de forma abrupta no corpo humano, mas sim paulatinamente, inclusive passando por composições intermediárias, que também acarretam temperamentos que ficam a meio termo entre os quatro básicos. 

Ninguém passa do temperamento sanguíneo para o melancólico do dia para noite, ao contrário, isso ocorre gradualmente, assim como também em relação aos demais temperamentos básicos. Muitos pais já notaram como seus filhos pré-adolescentes, por vezes, tomam um ar de profunda seriedade, mas ainda dormem abraçados ao ursinho. Eles estão passando pelos períodos intermediários de mudança da composição sanguínea. 

Não é difícil perceber características bem marcantes dos quatro temperamentos, que funcionam como divisores entre as principais fases da vida terrena, análogas às estações do ano. A criança sadia, por exemplo, que de um modo geral é alegre e despreocupada, sempre com muita energia para correr e brincar, age assim devido ao temperamento “sanguíneo”, acarretado por uma bem determinada composição de seu sangue nessa fase inicial da vida. O estado sonhador e cheio de idealismo da juventude não corrompida advém do temperamento “melancólico”, enquanto que a disposição para a ação nos adultos provém do temperamento “colérico”. Por fim, a serenidade da velhice se origina do temperamento “fleumático”. 

Seguramente ...

Calhau anuncio noticias

... ninguém acharia razoável ver um adulto brincando de esconde-esconde ou um moço meditando sobre significativas vivências passadas e delas tirando ensinamentos para o futuro. Cada fase da vida está relacionada a um bem determinado temperamento, que é o mais proveitoso justamente para aquela fase, o qual é dado pela alteração da irradiação do sangue, decorrente da modificação de sua composição. 

Na adolescência, época da passagem do temperamento sanguíneo para o melancólico, o irromper da força de gênero sexual, em conjunto com as irradiações da alma, provoca uma tal modificação do sangue, que sua irradiação assim alterada permite, pela primeira vez, a atuação plena da vontade espiritual consciente para fora, por meio da intuição, até a matéria grosseira (http://on.fb.me/1VFNp1N). 

Pode-se dizer que é na época da adolescência que o espírito humano propriamente “nasce” para sua atuação aqui na matéria. Antes ele não podia fazer isso, porque seu instrumento, o corpo terreno, ainda não estava plenamente amadurecido, não estava “pronto” por assim dizer. 

(Conheça as obras publicadas pela Ordem do Graal na Terra. Acesse: http://bit.ly/18h6hxk.)

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--