Pó-esia

É um tal de se remenda aqui.

De se remenda lá.

Noites em claro

Com o coraçao obscuro.

Poucas falas

Muitas valas

De coraçoes que transbordam 

A muitas geraçoes.

Durante di-versos anos

Di-versos amores

Di-versas poesias

Di-versos eu vivo.

 

Para as almas de bem, luz e paz.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--