Pó-esia

Me entorpeci de poesia.
Sorri diante da euforia.
Embriaguei me de amor próprio. 
Um farrapo de luz é o suficiente para (se) enxergar diante da imensidão.
Diante da imensidão que é seu ser.
Que paira minuciosamente adentrando-os.
Acharás mesmo que poesia não é luz?
Poesia é Ser luz!
É ser flor desabrochando na primavera. 
É ter lugar nessa atmosfera. 
É ser sorriso de criança.
É ser verso.
É ser inverso. 
É ser você!

-uma noite ai embriagando-se em poesia.

-Alice Carine.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--

ÚLTIMAS NOTÍCIAS


o-efeito-borboleta-e-os-pensamentos

O Efeito Borboleta e os Pensamentos

como-ficar-invisivel

Como Ficar Invisível

po-esia-1

Pó-esia

passa-se-tempo

Passa (se) tempo

pare-de-praticar-lucros-ruins

PARE DE PRATICAR LUCROS RUINS.

impossibilidades-possiveis

Impossibilidades Possíveis


MAIS NOTÍCIAS