JUDICIÁRIO

Policiais acusados de matar Patrícia Amieiro são condenados

Pixabay

A Justiça do Rio de Janeiro condenou ontem (11) dois policiais militares acusados de matar a engenheira Patrícia Amieiro pelo crime de fraude processual. Marcos Paulo Nogueira Maranhão e William Luis do Nascimento terão que cumprir três anos de prisão, mas podem recorrer em liberdade da decisão do 1º Tribunal do Júri da Capital.

Eles foram absolvidos, no entanto, da acusação de tentativa de homicídio. Os outros dois réus no processo, policiais Fábio Silveira Santana e Márcio Oliveira dos Santos, foram absolvidos também da acusação de fraude processual.

Em junho de 2008, o carro da engenheira Patrícia Amieiro foi encontrado no canal de Marapendi, que passa sob a autoestrada Lagoa-Barra. O caso foi inicialmente tratado como um acidente de trânsito, mas, como o corpo dela não foi encontrado, a polícia começou a tratar o caso como homicídio. A perícia descobriu marcas de tiros no capô, que teriam sido disparadas pelos policiais militares.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--