Agronews

Prefeitura de Assis fornece conhecimento técnico a estudantes do IFPR

Município de Assis Chateaubriand Paraná

ESTÁGIO PISCICULTURA

Município é o terceiro maior produtor de tilápia do Paraná e almeja liderar nos próximos anos.

O Município de Assis Chateaubriand vem dando total suporte a cinco alunos do curso de Agropecuária e Agricultura, do Instituto Federal do Paraná (IFPR), que estão fazendo estágio com profissionais da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, da Prefeitura Municipal. Um aluno está focado em trabalhos voltados a estradas rurais, enquanto que quatro alunas estão recebendo orientações sobre técnicas e manejos na área da piscicultura. Os trabalhos são coordenados pelos servidores Gilmar Echhardt e Vladimir Sardi.

Na área da piscicultura, o Município fornece às estudantes todo o conhecimento técnico necessário para a atividade, desde orientações para construção de tanques, a topografia, elaboração de projetos, documentação junto ao IAP (Instituto Ambiental do Paraná), análise de água e biometria dos peixes.

Para isso, são realizadas visitas em várias propriedades no interior do município e, no dia 8 de janeiro, as alunas tiveram a oportunidade de participar do Dia de Campo da C.Vale, em Palotina, um dos maiores eventos do agronegócio nacional, que também apresentou novidades na área da piscicultura, uma atividade em plena expansão na região oeste do estado.

Hoje, Assis Chateaubriand é o terceiro maior produtor de tilápia do Paraná e almeja alcançar a liderança nos próximos anos. Atualmente, o município produz mais de 9 mil toneladas do peixe, por ano, e os números não param de crescer.

Reconhecido por possuir o melhor lençol freático do estado e contando com uma grande quantidade de rios para captação de água, o município conta com uma imensa capacidade de expansão da atividade.

“No ...

Moinho Consolata produtos

... início, eram feitas pequenas áreas para produção de peixes. Hoje, estão sendo construídos tanques de portes médio e grande, com equipamentos de alta tecnologia e totalmente licenciados pelo IAP e Instituto das Águas. As estruturas atuais vão de 8 a 10 mil metros quadrados e algumas chegam a até 25 mil metros quadrados, equivalente a mais de 1 alqueire de área agrícola”, comenta o técnico Gilmar Echhardt, da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.

Para incentivar novos investimentos, a Prefeitura oferece todo suporte a pequenos produtores, com orientações, vistoria da área, documentação para encaminhamento ao IAP e elaboração de projetos. Além disso, o Município dispõe de subsídio de até 10 horas/máquina, ao ano, para construção de tanques.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--