Comportamento

Reembolso da taxa de inscrição dos Processos Seletivos Simplificados (PSSs)

O IBGE divulgou hoje (25 de março) comunicado sobre o reembolso da taxa de inscrição dos Processos Seletivos Simplificados (PSSs) relacionados ao Censo Demográfico suspensos no último dia 17 de março.

O comunicado informa sobre a data prevista para o início do reembolso (18 de maio), a forma de devolução (Ordem de Pagamento) e o local para efetivar o ressarcimento (agências do Banco do Brasil). O Comunicado ressalta que demais orientações para o reembolso serão divulgadas individualmente, pelos e-mails dos candidatos que efetuaram o pagamento da taxa de inscrição, bem como por canais de divulgação oficiais, tanto do IBGE, quanto da organizadora dos PSSs, o Cebraspe.

Segue abaixo, na íntegra, o Comunicado do IBGE:

O IBGE e o CEBRASPE estão trabalhando em conjunto para viabilizar o ressarcimento dos valores pagos pelas inscrições com a maior brevidade possível. O CEBRASPE vai encaminhar ao IBGE as informações cadastrais de cada um dos pagantes, para em seguida efetivar o reembolso, que estará disponível na forma de ordem de pagamento, a cada um dos candidatos, nas agências do Banco do Brasil. Neste momento, a data prevista para a disponibilização do ressarcimento é dia 18 de maio de 2020. Reiteramos que todos os candidatos/pagantes serão integralmente ressarcidos, e as orientações para o recebimento dos reembolsos serão amplamente divulgadas a todos por e-mail e nas páginas oficiais e demais canais de comunicação do IBGE e do CEBRASPE.

Adiamento do Censo

Também no último dia 17 de março, juntamente com a suspensão dos PSSs, o IBGE adiou a realização do Censo Demográfico prevista para este ano. A medida esteve alinhada às ações do Ministério da Saúde no combate ao Covid-19.

A decisão leva em consideração a natureza da pesquisa, que vai a todos os domicílios do país, e que coloca recenseadores em contato próximo com moradores dos cerca de 70 milhões de domicílios a serem visitados.

Os recursos previstos para a realização do Censo, no total de R$ 2,3 bilhões, serão alocados para o Ministério da Saúde promover ações de enfrentamento ao Covid-19, com o compromisso da pasta de realocar no orçamento do IBGE do próximo ano o mesmo valor para assegurar a operação censitária.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--