Cotidiano

Residencial Micheletto Município prorroga até dia 19 prazo para documentação de vagas remanescentes

Prefeitura de Assis Chateaubriand

A Prefeitura de Assis Chateaubriand prorrogou por mais alguns dias o prazo para que famílias já inscritas apresentem documentação para concorrer às vagas remanescentes do Residencial Moacir Micheletto, num segundo sorteio a ser realizado ainda neste mês. A data final era 10 de julho, mas foi estendida até o próximo dia 19, ou seja, até sexta-feira da semana que vem.

A lista conta com 490 pessoas que precisam urgentemente comparecer no Departamento de Assuntos Comunitárias e Habitação munidas de RG e CPF dos titulares, comprovante de estado civil, comprovante de residência, comprovante de renda do casal, extrato do INSS (se receber BPC), contrato de aluguel ou declaração do proprietário e laudo em casos de pessoas com necessidades especiais.

Com a entrega dos documentos, será analisado se a família comprova os dados prestados no ato da inscrição. Caso seja constatada omissão ou falsidade nas informações cadastrais, ela automaticamente será desclassificada. Denúncias referente à incompatibilidade de famílias inscritas devem ser encaminhadas à Prefeitura.

Aqueles que foram pré-habilitados concorrerão a 6 vagas remanescentes entre as 200 unidades habitacionais do bairro. Para formação de cadastro reserva serão sorteadas outras 39 pessoas. Os nomes dos 490 inscritos que precisam apresentar documentação até o dia 19 estão disponíveis no site do Município, no endereço www.assischateaubriand.pr.gov.br, onde também constam as regras.

O novo sorteio se fez necessário, após a prefeitura realizar intensa fiscalização sobre as condições sociais das famílias classificadas no primeiro sorteio, feito em 14 de fevereiro com 750 concorrentes. Durante semanas, assistentes sociais realizaram visitas para apurar se os contemplados realmente se enquadravam nos critérios estabelecidos para receber o benefício da casa popular, como constar em grupos prioritários (idosos, deficientes, mães solteiras com baixa renda e famílias em condições de vulnerabilidade, beneficiárias de programas sociais, além de não possuir imóvel próprio e a renda familiar ser de até R$ 1.800).

Na vistoria, constatou-se que entre as 200 pessoas classificadas titulares e 60 suplentes, 64 famílias não se enquadravam e foram desclassificadas, mas também houve casos de desistência, falecimento e de candidatos não encontrados. Esta fase resultou na exclusão de quase 25% dos sorteados.

O novo sorteio será realizado em data e local a serem divulgados.

CONFIRA AQUI os NOMES e as REGRAS

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--