Utilidade Pública

Sanepar alerta para uso racional da água em Cafelândia

Mesmo com as chuvas, os poços não recuperaram a vazão, e o calor tem provocado elevação no consumo.

A longa estiagem que atingiu o Paraná e principalmente a região Oeste do Estado tem sido motivo de preocupação para o abastecimento público, desde maio do ano passado. As chuvas que caíram no mês de dezembro não foram suficientes para recuperar a vazão dos mananciais que abastecem as cidades, de forma especial, as que são atendidas por poços, que são mananciais subterrâneos.
 
Em Cafelândia, a queda na vazão dos poços provocou redução de 10% na capacidade de produção de água. A média diária de 2,8 milhões de litros de água produzidos caiu para pouco mais de 2,5 milhões, o que interfere de forma significativa no fornecimento de água regular para todas as regiões da cidade.
 
Além disso, as elevadas temperaturas provocam aumento no consumo da água tratada. No período entre o Natal e a virada do ano, foi registrada elevação de 15% no volume de água consumida pela população. O gerente regional Eduardo Arrosi afirma que a Sanepar tem adotado medidas para garantir o abastecimento. Foi ampliado o horário de funcionamento dos equipamentos dos poços e foram intensificadas as pesquisas de possíveis vazamentos. “Porém, essas ações têm efeito limitado e, se não houver redução no uso da água, é possível que seja necessária a implantação de rodízio no abastecimento”, alerta o gerente.
 
No momento, é imprescindível que todos colaborem, adotando hábitos de consumo racional da água. A orientação é para que seja priorizado o uso para alimentação e higiene pessoal. As limpezas mais pesadas, como lavagem de carros, calçadas e fachadas, devem ser adiadas até que a situação se normalize.
 
Reaproveitar a água do tanque e da máquina de lavar roupas é um exemplo de consumo consciente. O reúso dessas águas pode ser aplicado na limpeza das calçadas e no vaso sanitário. Reduzir o tempo do banho, fechar as torneiras durante a lavagem da louça, da escovação de dentes e do barbear são ações pequenas que representam muito na economia de água.
 
A Sanepar orienta ainda para que a população avise qualquer tipo de vazamento de água que encontrar na rua pelo telefone 0800 200 0115.
RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--