Comportamento

Sanepar: Trabalhadores aprovam PPR de R$11.269,47

Os trabalhadores da Sanepar aprovaram o Programa de Participação nos Resultados, que nas palavras da empresa “é uma importante ferramenta de gestão que visa reconhecer financeiramente o esforço dos empregados por meio de resultados alcançados”. Na assembleia virtual, participaram 267 trabalhadores, pouco mais de 37% do total de empregados representados pelo Sindicato.

De um total de 719 trabalhadores aptos a votar, 267 (37,2%) participaram da votação. Os favoráveis a proposta foram 245 (92%). Apenas 22 (8%) foram contrários. A assembleia online foi realizada entre os dias 29, 30, 31 de maio e 1º de junho.


Com a proposta aprovada, os saneparianos receberão o PPR 2019 no valor de R$11.269,47, 18% menor que em 2018, com previsão de pagamento em 30 de junho. Aos empregados afastados por doença, o benefício será concedido da seguinte forma: para os empregados que estiveram afastados por um período de até três meses, o benefício será concedido integralmente.

Para os empregados que estiveram afastados a mais de três meses, até seis meses, o benefício será concedido na proporção de nove doze avos, para os empregados que estiveram afastados a mais de seis meses, até nove meses, o benefício será concedido na proporção de seis doze avos. Para os empregados que estiveram afastados a mais de nove meses, até doze meses, benefício será concedido na proporção de três doze avos, e para os empregados que estiveram afastados por período superior a doze meses, não receberão o PPR. Para aqueles com auxílio maternidade e auxílio acidente receberão integralmente.

Segundo o presidente do Sindael, Marco Antônio, o PPR é resultado de muita negociação. “Não é fácil realizar negociações em momentos de crise como este, soma-se o corona vírus a seca que enfrenta o estado do Paraná, esta situação tem grande impacto na economia e isso reflete na nossa base".

"Mas não medimos esforços para garantir o PPR, um direito de todos os trabalhadores”, e ainda faz uma ressalva: “Poderia ser melhor! Afinal a Sanepar está “vazando dinheiro pelo ladrão”, as receitas e os lucros da empresa aumentaram de modo expressivo, a Receita Operacional Líquida passou de R$ 1,480 bilhão em 2010 para R$ 4,723 bilhões em 2019 aumento de 219%, já o Lucro Líquido saltou de R$ 135,5 milhões em 2010 para R$ 1,080 bilhão em 2019, elevação de quase 700% (697%)”.

Ainda segundo o presidente, mesmo com todas as dificuldades que o ano de 2020 trouxe aos trabalhadores, há um novo objetivo: O fim da desigualdade salarial na empresa, a disparidade entre os salários mais altos e os mais baixos é de aproximadamente 23 vezes.

O Novo Sindael está comprometido, e conta com o apoio dos trabalhadores para que juntos possamos mudar esta realidade na Sanepar, está na hora de valorizar os trabalhadores.

É necessário que se faça justiça, e começa pela igualdade salarial por trabalho igual ou de valor igual entre trabalhadores. “Nós iremos com o auxílio de entidades como o DIEESE, mapear todos os trabalhadores da Sanepar e realizar um estudo profundo e detalhado, para que possamos apresentar a empresa e buscar todas as formas de resolver esta situação”, conclui Marco Antônio.

Se não houver diálogo, vamos as ruas.
Dignidade e valorização dos trabalhadores!

 

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--