Economia

SC bate recorde nas vendas externas de carne suína

O estado de Santa Catarina, maior produtor nacional de suínos, bateu mais um recorde nas vendas externas, já que alcançou o maior volume e faturamento desde 1997. De acordo com a Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural do estado, foram 373,5 mil de toneladas embarcadas, gerando um faturamento de US$ 766,4 milhões, com a maioria sendo vendida para a China. 

"O agronegócio de Santa Catarina vive um momento muito bom, principalmente o setor produtivo de carnes. Os produtos catarinenses já são reconhecidos em todo o mundo como sinônimo de qualidade, temos a confiança do mercado internacional e grandes diferenciais devido ao cuidado com a saúde do nosso rebanho. Colhemos agora o resultado de muito trabalho e investimento para manter a sanidade animal e a excelência da produção catarinense", disse o secretário de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Ricardo de Gouvêa, em nota. 

Segundo informações divulgadas pelo portal especializado CarneTec Brasil, Santa Catarina responde por 57% de toda a exportação nacional de carne suína. “A alta nos embarques para a China é explicada pela grave crise enfrentada na suinocultura chinesa, devido ao surto de peste suína africana no país. No acumulado do ano, a quantidade vendida para o mercado chinês aumentou em 42,5% e o faturamento em 63,8%”, completa. 

Para o analista do Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa), Alexandre Giehl, provavelmente a China demorará alguns anos para recompor seu nível de produção, o que se apresenta como uma grande oportunidade para o Brasil e, em especial, para Santa Catarina. 

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--