Governos

Secretaria de Assistência Social de Cascavel faz ação integrada para acolher moradores de rua

Trabalho teve parceria da Secretarias de Saúde, Meio Ambiente e da Guarda Municipal

Governo Municipal de Cascavel

Com a oferta de vagas em instituições de acolhimento, a Secretaria de Assistência Social, em parceria com as secretarias de Saúde, Meio Ambiente e Guarda Municipal, realizou uma força-tarefa na tarde desta quarta-feira (10), nas proximidades do Centro Pop, visando tirar das ruas moradores e levá-los para acolhimento.  
 
O trabalho atua principalmente na conscientização dessas pessoas em vulnerabilidade social. “Nós organizamos uma abordagem integrada. A ideia é de abordar pessoas em situação de rua, na tentativa de que elas vão conosco para o acolhimento. Tem todo um trabalho de assistente social e psicólogo para ao poucos os sensibilizamos para irem para o acolhimento”, detalha a gerente de Proteção Especial da Seaso, a psicóloga Maira Cabreira.  
 
No entanto, esse trabalho embora vise à proteção e os cuidados dessas pessoas ainda gera muita resistência entre os moradores de rua. “Para se ter uma ideia, hoje apenas dois toparam acolhimento, outros disseram que preferem ficar na rua. É um trabalho de convencimento de conscientização”, pontua. 
 
Atualmente, Cascavel conta com a Casa Pop e o Albergue que oferecem esse tipo de acolhimento a pessoas em situação de rua. Porém, para receber essa ajuda, é preciso seguir regras de bom comportamento dentro das instituições, uma situação que uma parcela dos acolhidos não aceita. 
 
Além disso, o Município também conta com o Centro Pop, que oferece refeições e também um espaço para higienização. Na oportunidade, a Secretaria de Meio Ambiente fez o recolhimento de entulhos deixados pelos moradores de rua.  A ação deverá ser repetida em mais cinco pontos da cidade na próxima semana. A estimativa é abordar até 50 pessoas.
 
 
 
 
Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--