Mundo

Segundo suspeito do homicídio do rapper XXXTentacion é preso nos EUA

Ilustrativa Pixabay

A polícia da Flórida prendeu um segundo suspeito do homicídio do rapper XXXTentacion.  
Michael Boatwright, 22, foi preso na terça (10) depois que investigadores o identificaram como um dos dois homens que no dia 18 de junho se aproximaram e disparam contra o músico quando ele saía de uma concessionária de motos em Deerfield (Flórida). A informação é do site Entertaiment Weekly.
A polícia ainda está procurando o segundo homem que se aproximou de XXXTentacion e Robert Allen, 22, descrito como uma pessoa com interesse no caso. Allen também é procurado por violação de condicional por posse de drogas e por posse ilegal de arma de fogo.
Dedrick Williams, um tatuador de 22 anos, também está detido. Ele é suspeito de dirigir o veículo que bloqueou a passagem do carro de XXXTentacion.
XXXTentacion, cujo nome verdadeiro era Jahseh Dwayne Onfroy, nasceu em Plantation, na Flórida, e lançou seu disco de estreia, "17", em agosto de 2017.
Ele era uma estrela em ascensão no hip-hop, especialmente no subgênero conhecido por "emorap", mescla do rap com elementos do rock e do rhythm and blues.
Seu segundo álbum, "?", estreou no primeiro lugar da parada de discos Billboard 200 quando foi lançado em março.
O músico tinha 20 anos e acumulava passagens pela prisão por diversas acusações.
XXXTentacion havia acabado de cumprir uma pena de prisão domiciliar por um episódio em que invadiu uma casa, em 2015, e aguardava julgamento por uma acusação de violência doméstica, em 2016, contra sua namorada, que à época estava grávida.
Sua morte chocou a comunidade do hip hop e foi seguida por diversas homenagens na internet.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--