Saúde

Servidores da área da segurança pública terão atendimento psicossocial

As informações a respeito de cargos, salários e vagas, entre outros detalhes, serão publicadas nas próximas semanas em edital, no Diário Oficial do Estado.

Pixabay

O documento foi publicado em Diário Oficial nesta sexta-feira (07/08)

O Governador Carlos Massa Ratinho Junior autorizou a contratação, por meio de Processo Seletivo Simplificado (PSS), de 85 profissionais para atendimento psicossocial de policiais e bombeiros militares, policiais civis e servidores da Polícia Científica e do Departamento Penitenciário. O documento foi publicado em Diário Oficial nesta sexta-feira (07/08).

De acordo com o chefe da Assessoria de Planejamento Estratégico e Gestão de Projetos (APEP), da Secretaria da Segurança Pública, coronel João Alfredo Zampieri, os 85 profissionais vão atuar em um programa de atendimento psicossocial de agentes e policiais ligados à Secretaria.

“A atividade própria da segurança pública gera um alto nível de estresse, inclusive, com a ocorrência de traumas de eventos críticos. Por isso, precisamos ter um programa que cuide da saúde mental dos servidores”,  afirmou.

Ele explicou, também, que este plano está sendo desenvolvido há alguns meses e atenderá agentes e policiais de todas as instituições vinculadas à Segurança Pública “O ponto fundamental desse programa é ter os profissionais que vão atuar tanto na promoção da saúde mental quanto na prevenção e no tratamento de casos”, disse o chefe da APEP.

As informações a respeito de cargos, salários e vagas, entre outros detalhes, serão publicadas nas próximas semanas em edital, no Diário Oficial do Estado.

 

Leia mais:

Município de Corbélia disponibiliza atendimento psicológico à profissionais da saúde

Atendimento psicológico online do Paraná é inovador e essencial

 

Siga o Jornal Integração nas redes sociais e fique bem informado:
RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--