Saúde

SESI-PR oferece atendimento gratuito a trabalhadores da indústria com sintomas de estresse e ansiedade

O constante aumento do número de casos da covid-19 no Brasil leva muitas pessoas a ficarem em estado de alerta. Isso não é exatamente um problema, desde que essa atenção não seja exagerada a ponto de provocar crises de ansiedade e estresse, que trazem consequências negativas para a saúde mental. É o que afirma a psicóloga do SESI-PR, Roberta Ribas da Silva.
 
A especialista, entretanto, acredita que o momento é propício para comportamentos desse tipo, mas ressalta que a busca por ajuda neste sentido é um fator importante para que toda a sociedade supere este momento delicado que afeta todo o país.
 
“Nós percebemos uma angústia em diferentes graus na população como um todo neste momento. Embora sejam difíceis esses tempos de crise, como o da atual pandemia, eles representam uma nova chance para recordar valores humanos e universais e unir força para trabalharmos juntos neste mesmo objetivo”, destaca a psicóloga.
 
Nesse sentido, para atender os trabalhadores da indústria do estado do Paraná que estiverem precisando de acolhimento, o Centro de Inovação SESI (CIS) em Longevidade e Produtividade disponibiliza um Canal de Apoio à Saúde Mental. De acordo com Roberta, essa iniciativa estará vigente enquanto durar o estado de calamidade pública provocado pela pandemia.
 
“Esse canal do SESI-PR faz parte de um conjunto de medidas de proteção que o sistema FIEP oferece aos trabalhadores da indústria, para que continuem entregando bons resultados, sem prejuízo a saúde física, mental e emocional”, afirma.


 
Um estudo da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), estima que um terço ou metade da população, durante uma pandemia como a do novo coronavírus, pode apresentar alguma manifestação psicopatológica. Isso, no entanto, pode ser evitado, quando é feita uma intervenção de cuidado específico para as reações e sintomas detectados.  
 
De acordo com a psicóloga do SESI-PR, Roberta Ribas da Silva, entre os sintomas mais frequentes, identificados pela equipe de especialistas do CIS, estão exaustão, irritação, medo, ansiedade e estresse.
 
“Pessoas que já enfrentam fragilidades emocionais ou apresentam transtorno mentais e comportamentais estão mais propensas a relatar sintomas ligados ao estresse e ansiedade nesse momento delicado. Mas, reiteramos que todos nós estamos nos sentido vulneráveis em alguma medida e, portanto, precisamos no atentar para nossas emoções”, ressalta Roberta.
 
Como funciona o atendimento
           
O serviço é oferecido exclusivamente aos trabalhadores das indústrias do Paraná. Assim, o profissional interessado deve fazer contato com o Canal de Apoio por meio pelo número de WhatsApp (41) 99605-1082, onde ele responderá perguntas sobre seus sentimentos e irá informar se quer receber ajuda. Após essa fase, um atendente da equipe entra em contato com o ...

Moinho Consolata

... trabalhador e inicia a conversa. Todas as informações fornecidas pelo trabalhador ao longo das etapas que compõem o procedimento são confidenciais.
           
Entres as principais dificuldades relatadas pelos trabalhadores que já procuraram o atendimento, estão o medo da perda do emprego e problemas de relacionamento, seja com a família, que está mais junto em casa, ou com as novas rotinas de trabalho, principalmente para aqueles que estão trabalhando no modelo home office e não tinham esse hábito.

RECEBA O NOSSO BOLETIM EM SEU E-MAIL!

--